Patrícia Lélis conta como foi o “encontro” com Moro, que fugiu após o escracho

Na noite desta sexta-feira (18), a jornalista Patrícia Lélis encontrou o ex-juiz Sérgio Moro durante uma caminhada em Georgetown, em Washington (EUA), e aproveitou o momento para fazer um escracho. O vídeo que mostra o momento em que Lélis constrange Moro afirmando que ele “destruiu o Brasil” rapidamente viralizou nas redes sociais.

À Fórum, Patrícia Lélis deu mais detalhes sobre o “encontro” inusitado. Segundo ela, essa já é a terceira vez que se depara com o ex-magistrado no bairro em que vive. “Na primeira vez eu estava com meu marido em um restaurante e ele estava lá. Só que a gente pensou que ele estava de férias, aí nem falei nada. Outro dia eu estava indo para o trabalho e vi do carro. Aí, hoje, eu vi de novo”, relatou.

Desta vez, ela estava fazendo uma caminhada em seu bairro quando se deparou com o ex-juiz e sua esposa na rua. O vídeo divulgado nas redes acaba quando Moro, visivelmente irritado e constrangido, chama Lélis de “mocinha” e pede para que ela pare de filmar, e com ela dizendo “Lula livre”.

O constrangimento, no entanto, não parou por aí. Após a gravação, segundo a jornalista, Moro a chamou de “petista”, ao que ela respondeu: “Sou petista mesmo. Ano que vem vou apertar o 13 tão forte que você vai sentir no seu c*”. O ex-juiz, recentemente declarado suspeito pelo STF, então, passou a apertar o passo para fugir de mais exposição.

“Toda vez que eu encontrá-lo, vai ser assim. Que volte pro Brasil de Bolsonaro!”, concluiu Patrícia Lélis. Assista ao momento.