Motoristas de terceirizada da Alepe seguem com pendências

 Funcionários da empresa Premius, contratada pela Assembleia Legislativa de Pernambuco, continuam enfrentando problemas. Com medo de represália, um dos profissionais que atuam na terceirizada optou por não se identificar ao entrar em contato com o Blog.

De acordo com a fonte, a Premius está descumprindo alguns direitos trabalhistas, como salários e vale alimentação. São motoristas que dirigem para parlamentares e ficam à disposição de serviços diversos na Alepe. Em dezembro, o Blog chegou a noticiar a situação.

A Premius foi procurada para que se pronunciasse sobre o caso, mas não deu resposta até o fechamento desta matéria. Por Magno Martins