As mentiras de Bolsonaro vão no sentido de tirar sua responsabilidade pelo caos que vive o Brasil em meio à pandemia do novo coronavírus.

247 - Em entrevista na Band TV, nesta sexta-feira, 15, Jair Bolsonaro mentiu ao afirmar que o Supremo Tribunal Federal (STF) o impediu de adotar "qualquer ação" contra o coronavírus:

"Só deus me tira daqui. Me tirar na mão grande não vão tirar. Vou repetir aqui: que moral tem João Doria e Rodrigo Maia em falar em impeachment se eu fui impedido pelo STF de fazer qualquer ação contra a pandemia?"

O que de fato ocorreu foi que, em abril, a Corte reafirmou a autonomia de estados e municípios para adotar medidas de isolamento social e definir quais atividades serão suspensas, mas não tirou do governo federal o poder para atribuições relativas à pandemia.

As declarações de Bolsonaro vão no sentido de tirar sua responsabilidade pelo caos que vive o país em meio à pandemia, que já matou mais de 200 mil pessoas, infectou mais de 8 milhões e, pela falta de oxigênio, está matando pessoas sufocadas no Amazonas (e outras regiões do país), colocando Manaus em um verdadeiro estado de calamidade sanitária.

Segundo o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), "o Supremo em nenhum momento tirou essa atribuição do governo federal, de forma nenhuma”. 

“Acho que a gente tem até um vídeo circulando agora, com as pessoas ligadas ao governo fazendo um vídeo tirando a máscara, quer dizer... No momento em que chega uma segunda onda, o vírus tem levado mais pessoas às UTIs e gerado mais mortes. Veja a desorganização do SUS, que é coordenado pelo governo federal junto com governadores e prefeitos, no caso de Manaus", acrescentou o deputado.