quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

Argentina quer vacinar população com a Sputnik V até o fim do ano, diz Alberto Fernández

Ampolas da potencial vacina russa contra Covid-19 "Sputnik-V"

Sputnik - O presidente da Argentina, Alberto Fernández, declarou nesta quinta-feira (3) que vai assinar ainda esta semana um contrato com a Rússia para adquirir a vacina Sputnik V contra a Covid-19.

De acordo com ele, o governo argentino pretende vacinar 300 mil pessoas com a Sputnik V antes do final do ano.

"Poderemos vacinar 300 mil pessoas antes do final do ano. Cinco milhões de pessoas em janeiro e cinco milhões em fevereiro", disse o presidente em entrevista à Rádio El Uncover.

"Este contrato está pronto para ser assinado. Estou muito feliz e grato ao governo russo, porque eles têm nos apoiado totalmente e nos deram a vacina de que precisávamos com rapidez", acrescentou Fernández.

A Argentina tem registrado uma das taxas de letalidade por Covid-19 mais altas do mundo. São quase 39 mil mortos e 1,43 milhão de infectados pelo novo coronavírus. 

De acordo com uma pesquisa divulgada em novembro, os argentinos que querem ser vacinados preferem a vacina Sputnik V. O imunizante russo é baseado na plataforma testada e comprovada de vetores de adenovírus humanos.