João e Patrícia na defensiva em debate

No primeiro bloco do debate com os candidatos a prefeito do Recife promovido pela TV Jornal, que ocorre neste momento, João Campos, do PSB, e Patrícia Domingos, do Podemos, levaram a pior, ficando na defensiva. Provocado por Marília Arraes, do PT, João não convenceu na resposta sobre seu compromisso com o modelo da continuidade da gestão Gerado Júlio, rejeitada por 60% dos recifenses.

Patrícia, por sua vez, mostrou desconhecimento sobre os problemas da cidade ao fugir de uma pergunta administrativa de Mendonça Filho, do DEM, sobre o canal inacabado do Coque. Preferiu se apresentar como a candidata que teria o apoio do Governo Bolsonaro para responder as questões de saneamento, abordadas de forma genérica, sem se ater ao canal do Coque.

A delegada ficou ainda numa saia justa quando quis se apresentar como política não profissional, mas recorreu ao Planalto em busca do apoio do presidente da República. Patrícia ainda se deu mal quando o Coronel Alberto Feitosa, candidato do PSC, mostrou as verdadeiras razões do fechamento da delegacia que presidia.  Postado por Magno Martins