DESEMPREGO CHEGA A 12,9% EM MAIO




247 - A  pandemia da Covid-19 intensificou o aumento do desemprego no Brasil, que chegou a 12,9% no trimestre encerrado em maio, segundo dados da Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgada nesta terça-feira (30). No trimestre anterior, terminado em fevereiro, a taxa de desocupação havia fechado em 11,6%. Maio foi o segundo mês completo com medidas de isolamento social impostas em todo o país como forma de conter o avanço do Covid-19, o que vem afetando a economia brasileira. Especialistas já dizem que o Brasil vive depressão econômica. A reportagem é do jornal Folha de S.Paulo. 
Em abril, os efeitos econômicos começaram a ser sentidos com mais intensidade, já que as medidas restritivas do isolamento social duraram do começo ao fim do mês. O impacto continuou em maio.
A reportagem ainda informa que nesta segunda (29), dados do Caged também mostraram que o mercado de trabalho brasileiro fechou mais 331,9 mil vagas em maio. Outra indicação é que os brasileiros mais afetados pela doença são os pretos, pardos, pobres e sem estudo.