CIRO GOMES DIZ QUE QUER MUITO PRESIDIR O BRASIL. "2022 já começou e não parou nenhum dia"


Sem Título-12.jpg
(Crédito: José Cruz/Agência Brasil)
Ciro Gomes, candidato do PDT à Presidência da República em 2018, concedeu entrevista ao Jornal da CBN 2ª Edição desta terça-feira 10.
O Conversa Afiada reproduz, de modo não-literal, as principais respostas de Ciro:
As ameaças de Carlos Bolsonaro à Democracia:
- esse menino é um dos percevejos que infestam a vida política do brasileiro
- não importa a opinião desse boboca, mas o Bolsonaro precisa dizer que essa foi mais uma bobagem que o filhinho falou
- há uma ameaça à qualidade da Democracia no Brasil
- ingerência na Ancine é marca de uma cultura autoritária como a do Bolsonaro
- o Judiciário tem fraquejado de uma maneira constrangedora
Avaliação do governo Bolsonaro:
- é um governo muito ruim, e eu o acompanho profissionalmente. Segurança pública: a execução do orçamento, até o mês passado, foi a seguinte: de cada R$100 disponíveis, Bolsonaro aplicou R$ 6,50. É também a pior execução em Saúde e Educação. A economia vai de mal a pior. A uberização da economia é um fenômeno trágico. As contas públicas estão em pandarecos.
O caminho para a oposição em 2022:

não vejo o eleitor brasileiro como cativo de ninguém [em alusão a Lula]. O que o povo brasileiro tem hoje é majoritariamente uma grande frustração com a experiência do PT. Claro que o Moro é um politiqueiro que não tem nenhum compromisso com as leis. Mas o Brasil não cabe na esquerda. Temos que ampliar. O país precisa conciliar os interesses práticos de quem produz. [O que frustrou o povo sob os governos do PT] é a debacle econômica, não é só a corrupção. A Dilma desastrou o Brasil. Mas ela não é corrupta, ela é honrada.
"Lula Livre" é uma bandeira central atualmente?
pergunta para o nosso povo qual é a centralidade dessa bandeira. Isso não tem centralidade nenhuma. Moro trocou os pés pelas mãos e agiu fora das leis. A sentença contra Lula é nula, mas o Lula aceitou o rito do Judiciário. Isso não tem centralidade para os milhões de desempregados.
O papel da oposição durante o governo Bolsonaro:
estamos fazendo oposição, embora sejamos meio invisíveis. No Congresso, vamos perder todas por 3x1 ou 4x1. Na Câmara o bolsonarismo tem 400 deputados. Então, se a luta for lá, nós vamos perder todas. Nosso papel é atenuar o dano e diminuir os prejuízos.
Tabata Amaral, deputada federal do PDT-SP que contrariou decisão do partido e votou a favor da Reforma da Previdência:
- eu a recrutei e vivo lutando para dar espaço para os jovens. Eu a filiei ao PDT. Sinto desgosto de filha. Esse projeto de reforma da Previdência carrega nas costas do trabalhador. Você já viu algum operário com 65 anos? Nem vai ver uma balconista com 62 anos. Eles acabaram com a Previdência Social dos pobres no Brasil e mantiveram os privilégios. Os militares custam R$ 47 bilhões por ano aos brasileiros e contribuem com R$ 3 bilhões.
Vaza Jato:
é o mais puro jornalismo. O jornalista é protegido pela Constituição e tem o direito e o dever de catar informação pela forma que conseguir e partilhar essa informação. Quem não pode vazar informações pessoais são as autoridades. Os criminosos aqui são o juiz e os procuradores, todos ambiciosos por poder e dinheiro. Dallagnol ainda tem essa arrogância patológica de falar em nome de Deus. Diz a lei que é suspeito juiz que confraternizar com uma parte. No caso do Lula, o MPF é parte acusadora. É flagrante que o Moro abandonou a isenção e passou a aconselhar uma das partes. Se ele não se declarar suspeito, qualquer instância da Justiça pode declará-lo. E todos os atos que ele praticou são nulos. Todo cidadão merece um julgamento isento e justo.
2022 já começou?
- 2022 já começou e não parou nenhum dia. Eu gostaria muito de presidir o Brasil se um dia tiver essa chance. https://www.conversaafiada.com.br/politica/ciro-diz-que-quer-muito-presidir-o-brasil