Bolsonaro também dá cargo a Villas-Boas, que ameaçou o STF caso soltasse Lula


O presidente Jair Bolsonaro (PSL) deu um cargo ao general Eduardo Villas Bôas no Gabinete de Segurança Institucional (GSI), órgão da presidência da República, após Villas Bôas ter deixado o comando do Exército. O gesto acontece pouco tempo depois de Bolsonaro admitir que chegou ao cargo de presidente da República com a ajuda do chefe do Exército.
"Gostaria de externar a minha felicidade por receber uma missão do PR @jairbolsonaro ao ser convidado para integrar o Gabinete de Segurança Institucional, no qual poderei continuar contribuindo para o desenvolvimento da nossa Pátria", anunciou o general em sua conta no Twitter na noite desta sexta-feira 11.

Nesta sexta-feira, após quase quatro anos, Villas Bôas transmitiu o cargo de Comandante do Exército Brasileiro ao General de Exército Edson Leal Pujol. Na ocasião, Villas Bôas disse que Bolsonaro resgatou o Brasil de "amarra ideológica". "Bolsonaro tirou o país do pensamento único e nefasto", declarou.


Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.

Clique aqui para entrar em nosso grupo de Telegram

Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e/ou em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.