Rita Lee revela caso com Bolsonaro, insinua que ele é gay e a deixou por outro homem


A cantora e compositora Rita Lee teve um caso com o candidato a presidente pelo PSL Jair Bolsonaro quando os dois eram adolescentes. Desde a noite desta terça-feira (18), internautas desenterraram uma série de tuítes da artista, que debocha do político de extrema direita e insinua que candidato era gay. "Bolsonaro e eu tivemos um caso. Ele ñ era mto chegado na coisa, se é q me entendem", diz. "Terminamos pq Bolsinho tava d olho num colega d classe", completa.
Veja os tuítes:
Bolsonaro e eu tivemos um caso. Ele ñ era mto chegado na coisa, se é q me entendem. Terminamos pq Bolsinho tava d olho num colega d classe

— Rita Lee (@LitaRee_real) 17 de maio de 2011
A série de tuítes inclui outras insinuações contra o então deputado:

Hj Bolsonaro vira a cara p mim. Deve temer q eu conte ao mundo seus segredos + íntimos. Se continuar nesse nhén nhén nhén eu conto mesmo

— Rita Lee (@LitaRee_real) 20 de maio de 2011
Unzinho só. No internato o apelido d Bolsonaro era Santinha: o coroínha preferido de 9 entre 10 padres. 
Vou negar tudo no tribunal!

— Rita Lee (@LitaRee_real) 20 de maio de 2011
Desde que o post de Rita Lee, feito em 17 de maio de 2011, foi reencontrado, o número de curtidas, retweets e comentários praticamente triplicou.

Aqui o link do Twitter de Rita Lee

Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e/ou em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.