Haddad/Lula empatam com Bolsonaro como previsto


A recém-divulgada pesquisa Datapoder360 desmonta a pesquisa Datafolha que tratou de “segurar” Haddad em 16% valendo-se da “margem de erro”. A pesquisa Datapoder que mostra Haddad com 22% e Bolsonaro com 26% se coaduna com o potencial de transferência de votos de Lula, que no Datafolha, por exemplo, é de 49%. Haddad caminha para vencer em 1º turno.
O site Poder 360 enviou por e-mail para assinantes o levantamento do seu instituto de pesquisa, o DataPoder360. A sondagem confirma a tendência de crescimento da candidatura de Fernando Haddad.
A pesquisa, realizada entre os dias 19 e 20 de setembro, entre 4 mil entrevistados em 422 cidades de todas as unidades da federação, mostra Jair Bolsonaro (PSL) com 26% das intenções de voto contra 22% de Haddad. Os números indicam situação de empate técnico no limite da margem de erro, que é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.
Ciro Gomes (PDT) aparece na terceira colocação, com 14%; Geraldo Alckmin, 6%; Marina Silva (Rede), com 4%; Álvaro Dias (Podemos) e Henrique Meirelles (MDB), ambos com 3%; Guilherme Boulos (PSOL), 2%; Cabo Daciolo (Patriota); Eymel (DC), João Amoêdo (Novo) e João Vicente Goulart (PPL), todos com 1%; Vera Lúcia (PSTU), 0%; Brancos ou nulos, 12%.
Segundo o DataPoder360, 75% dos eleitores já afirmam ter certeza do voto. Os dois candidatos que estão primeiro lugar são os que apresentam maior porcentagem de eleitores que “votarão com certeza”. Bolsonaro apresenta índice de 90% e Haddad, 84%.
A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral com o número BR-02039/2018.
Nada disso surpreende. Pesquisa Datafolha recém-publicada deu conta de que chega a 49% o percentual de eleitores que podem votar ou votarão com certeza no candidato indicado por Lula, ou seja, Fernando Haddad.
Se quem diz que vai votar com certeza no candidato de Lula votar também em Haddad, ele chega a 33% em breve. Mas há outros 16% que podem votar. Se todos os 16% votarem em Haddad, ele vence a eleição em primeiro turno.