Lula chega aos 75 anos lutando por direitos políticos e com julgamento marcado no STJ

PT lança Plano de Reconstrução do Brasil com Lula, Haddad, Gleisi e Mercadante. 21 de setembro de 2020

247 - O Superior Tribunal de Justiça (STJ) pautou para esta terça-feira (27), dia em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva completa 75 anos de idade, o julgamento do recurso contra a sua condenação no caso do triplex do Guarujá (SP), pelo então juiz Sérgio Moro. O relator é o ministro Félix Fischer. 

A decisão foi tomada pela Quinta Turma do STJ, depois que a defesa de Lula pediu que o Supremo Tribunal Federal (STF) determinasse ao STJ a retirada do processo da pauta. 

No pedido, os advogados do ex-presidente argumentam que decisões anteriores do STJ — como a não admissão de recursos considerados legítimos segundo a legislação e o próprio regimento interno do tribunal — prejudicaram o pleno exercício do direito de defesa de Lula.

O pedido ao STF está com o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato na Corte. Em abril, Fachin determinou a suspensão de um julgamento virtual do recurso no STJ, atendendo a pedido da defesa de Lula, que não havia sido comunicada previamente da inclusão do processo no calendário.

Lula Day no Brasil e no mundo

No mesmo dia, movimentos sociais, militantes de esquerda e do Partido dos Trabalhadores organizam manifestações no Brasil e no mundo em defesa dos direitos políticos do ex-presidente Lula. 

No Brasil, ativistas estão organizando ações nas redes e nas ruas como oportunidade denunciar a política genocida de Jair Bolsonaro e denunciar a perseguição de Lula, condenado de maneira injusta e ilegal em um processo repleto de ilegalidades cometidas por integrantes do Ministério Público Federal e do ex-juiz Sérgio Moro.

Já no exterior, o Lula Day começou no sábado e contará até terça-feira com atividades organizadas pelos Comitês Lula Livre, núcleos do PT e coletivos variados em 12 países. O evento global teve arte, cultura, debate político e lutas. No mundo e no Brasil a agitação nas redes sociais já começou, com uma campanha de envios de vídeos de felicitações para Lula com as tags #ParabensLula e #Lula75Anos.

Estes conteúdos serão parte da mobilização nas redes no dia 27, que conta ainda com algumas atividades presenciais pelo país, sempre seguindo todas as recomendações sanitárias em função da pandemia. No final desta terça-feira, um programa especial “Aniversário de Lula” será realizado nas redes do Comitê Lula Livre, do Instituto Lula, do PT e outros parceiros sobre a vida do ex-presidente.

Nesta terça-feira, nos EUA, o Coletivo BRADO-NY entrevista o escritor Fernando Morais, que escreve livro sobre a trajetória de Lula, e promove intervenção urbana com obras do fotógrafo Ricardo Stuckert. Ambos estão produzindo um vídeo com Lula falando sobre diferentes assuntos e situações que enfrentou durante toda a sua trajetória e que será exibido dia 27.

Na Espanha, o Comitê Lula Libre Madrid convoca a o bate-papo “ Lawfare”, com Gerardo Pisarello, jurista e vice-prefeito de Barcelona entire 2015 – 2019, Rafael Valim, jurista, e Gabriela Brochner, cientista política.

O Comite Lula Livre UK – FREE LULA do Reino Unido e o FIRMES da Espanha organizam um debate online com Enio Verri, líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta, deputado federal PT, e Nathalia Urban, jornalista da TV 247. A Organização conta com o apoio do Comite Lula Livre England_Oxford, Brazil Liberation Front – Manchester, Brazil Solidarity Initiative, PT Londres e PT China.

Na Irlanda, o Núcleo PT Irlanda realiza a atividade “Lawfare – Vencer essa guerra para restabelecer a democracia!”, uma live com Wadih Damous, advogado de Lula, ex-presidente da OAB Rio de Janeiro.

Na Itália, o Comitê Italiano Lula Livre organiza debate virtual sobre a importância do poder legislativo para a democracia, com o jornalista Breno Altman, Preta Ferreira, artista e ativista, e Marco Consolo, líder do partido italiano Rifondazione Comunista. De forma presencial, o Núcleo PT Bolonha promove apresentação do músico Rogério Tavares, que cantará músicas de Chico Buarque em homenagem a Lula.

Atividades no país

PARA 76% DOS BRASILEIROS, CORRUPÇÃO AUMENTOU OU PERMANECEU IGUAL NOS ÚLTIMOS DOIS ANOS

Jair Bolsonaro e Sergio Moro

247 - Nova pesquisa nacional CNT/MDA divulgada na tarde desta segunda-feira, 26, indicou que 39,3% da população brasileira acredita que a corrupção aumentou nos últimos dois anos. Para 36,6%, o desvio de verbas públicas permaneceu igual. Apenas 21,7% acredita que a corrupção reduziu.

Sobre um possível encerramento da Operação Lava Jato, 84,0% a consideram como importante e que deve continuar, enquanto 10,9% avaliam que já pode ser encerrada porque ela já fez o que era necessário.

O levantamento também mostrou melhora na avaliação positiva do governo federal, que foi de 32% em maio para 41%. E queda na avaliação negativa, de 43% para 27%.

Foram realizadas 2.002 entrevistas presenciais, em 137 municípios de 25 estados. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais. 

“temos o único presidente do planeta que acha mais ‘barato’ tentar tratar uma doença do que evitá-la”

Flávio Dino e Jair Bolsonaro

247 - O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), rebateu, incrédulo, às declarações feitas nesta segunda-feira (26) por Jair Bolsonaro sobre a vacina chinesa contra a Covid-19, a CoronaVac. Bolsonaro criticou a “pressa” pela vacina e questionou se não seria mais barato investir na cura do que na vacina”.

“Temos o único presidente do planeta que acha mais “barato” tentar tratar uma doença do que evitá-la. Não seria melhor deixar esse tema com os cientistas e profissionais de saúde? E Bolsonaro não acha “caro” termos milhões de pessoas doentes, hospitalizadas ou mortas?”, indagou Flávio Dino.

“Vamos imaginar que um dia haja uma vacina contra o coronavírus testada e aprovada. E vamos imaginar que a dose custe R$ 100,00. Será que o despreparo de Bolsonaro é tanto que ele não entende que isso é muito mais barato do que um único dia de internação hospitalar?”, questionou ainda o governador, indignado.

A um grupo de apoiadores na portaria do Palácio da Alvorada, Bolsonaro afirmou que juiz “não pode decidir se você vai ou não tomar vacina”: “Hoje vou estar com o ministro [Eduardo] Pazuello, da Saúde, para tratar desse assunto, porque temos uma jornada pela frente, onde parece que foi judicializada essa questão. E eu entendo que isso não é uma questão de Justiça, isso é uma questão de saúde acima de tudo. Não pode um juiz decidir se você vai ou não tomar vacina. Não existe isso daí”.

Nesta manhã, ele  compartilhou nas redes sociais um vídeo da médica Nise Yamaguchi que, em entrevista à jornalista Nega Nagle, afirmou que a vacina não deve ser obrigatória. “Se a vacina é eficiente, quem toma estará imunizado e não precisa se preocupar com quem não tomou”, disse ela.

Ex-juiz fala sobre governabilidade e é massacrado; presidente do Psol, Juliano Medeiros, o chama de canalha e diz que ele foi usado e descartado pelas elites

Sérgio Moro

247 - O ex-juiz da Lava Jato e ex-ministro da Justiça Sérgio Moro foi às redes sociais nesta segunda-feira (27) tentar dar uma lição sobre governabilidade no País e acabou alvo de várias críticas de internautas. 

"O que dificultou a governabilidade do Brasil nos últimos anos foi a corrupção desenfreada e a irresponsabilidade fiscal, não a Constituição de 1988 nem a Justiça ou o MP", escreveu Moro no Twitter

O ex-juiz aparentemente comentou a declação do líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), que quis pegar carona na aprovação da Assembleia Constituinte no Chile e defendeu uma nova Constituinte para o Brasil, alegando que o País estaria "ingovernável". 

Em resposta, Moro foi chamado de "canalha" pelo presidente do PSOL, Juliano Medeiros. "O que dificultou foi o golpismo, a ganância e o ódio da elite brasileira aos pobres. A mesma elite que te usou e jogou fora, como costuma fazer com canalhas como você", rebateu Medeiros. 

LULA PERSEGUIDO NOVAMENTE

Petrobrás pede para esconder acordos com EUA, solicitados pela defesa de Lula, como se fosse uma embaixada estrangeira

1491 visitas - Fonte: Brasil 247

O jornal Valor Econômico revela, nesta segunda-feira, que a Petrobrás luta para esconder seus acordos firmados com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos. “A Petrobras adotou uma estratégia jurídica inédita para tentar se livrar de compartilhar a íntegra dos acordos celebrados com as autoridades de Justiça dos Estados Unidos (EUA). Pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que a Corte lhe dê tratamento semelhante ao conferido às embaixadas estrangeiras localizadas no Brasil, imunes a decisões proferidas pelo poder Judiciário”, aponta reportagem do Valor.

Caso a empresa brasileira ganhe esse status de embaixada, ela não precisará compartilhar documentos solicitados pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, como o que obrigou a empresa a pagar mais de US$ 3 bilhões a investidores dos Estados Unidos. Com a operação Lava Jato, que teve como pano de fundo o ataque “à corrupção na Petrobrás”, todo o modelo de exploração de petróleo no Brasil foi alterado, destruindo a cadeia de produção dos setores de óleo e gás no País e abrindo espaço para a entrega de poços do pré-sal e de refinarias brasileiras a empresas internacionais, o que talvez explique o sigilo.

A direção da Petrobrás, comandada por bolsonaristas, deixou patente que o único objetivo do pedido ao STF é não compartilhar os documentos com a defesa de Lula: a petição foi protocolada nos autos de um dos processos em que os advogados do ex-presidente requerem acesso aos documentos, os quais consideram essenciais para o exercício pleno do direito de defesa - tanto no caso do tríplex do Guarujá (SP), pelo qual o petista foi condenado, quanto no da ação que envolve a Odebrecht.

Para tentar arrancar da Corte o segredo inconstitucional, a direção da Petrobrás citou como precedente um habeas corpus de relatoria do ex-ministro Celso de Mello, julgado pela Segunda Turma dez anos atrás. Na ocasião, decidiu-se que o STF não tinha poder para impor, às delegações diplomáticas estrangeiras sediadas no país o cumprimento de determinações judiciais, pois elas não estariam sujeitas à jurisdição do Estado brasileiro, informa a jornalista Luísa Martins. No entanto, a Petrobrás é uma empresa brasileira.

Biden tem chance real de vencer Trump de lavada

960 visitas - Fonte: UOL

O democrata Joe Biden deverá ganhar a eleição presidencial americana. E há chance de uma vitória de lavada sobre o presidente Donald Trump.

Nesse cenário, diminuiria muito a possibilidade de Trump tentar invalidar votos pelo correio a fim de ganhar a eleição no tapetão. Se o republicano surpreender e perder por margem apertada, poderá haver alguma turbulência.

Mas a vantagem que Biden tem nas pesquisas a 8 dias das eleições de 3 de novembro dá ao democrata muito mais confiança na vitória do que numa improvável virada de Trump.

Nesta mesma fase da eleição há quatro anos, a vantagem de Hillary Clinton sobre Trump era menor: 4 pontos percentuais. A média das pesquisas dava 46% para a democrata e 42% para Trump.

Ela venceu no voto popular, mas as vitórias surpreendentes do republicano em alguns estados decisivos no Colégio Eleitoral decidiram a parada no Colégio Eleitoral, que tem 538 delegados. Trump teve 306 votos contra 232 na eleição indireta.
A situação em 2020 é diferente de 2016. O democrata tem entre 9 e 10 pontos de dianteira no voto nacional nas diferentes médias das pesquisas feitas por veículos de comunicação e sites especializados na cobertura desses levantamentos.

E naqueles estados considerados decisivos no Colégio Eleitoral nos quais Trump venceu Hillary por margem apertada e levou todos os delegados?

Em três deles, Biden lidera com folgas que vão de 6 a 8 pontos percentuais de dianteira. Na média calculada pela rede de TV CNN, Biden tem diante de 8 pontos percentuais no Michigan, com 16 delegados no Colégio Eleitoral. Possui 7 pontos percentuais no Wisconsin (10 delegados). E tem 6 pontos percentuais na Pensilvânia (20 delegados).

O democrata também se revelado competitivo num grupo de estados que deveria ser mamão doce para Trump: Flórida, Iowa, Carolina do Norte, Geórgia, Arizona e até o Texas.

A imprensa americana trata com cuidado as previsões sobre o resultado porque quebrou a cara em 2016. Mas só um milagre manterá Trump na Casa Branca. Há uma série de fatores que permitem tratar a eleição de Biden como provável.

O voto feminino está majoritariamente com o democrata. Os eleitores negros também. Biden perde por margem menor no segmento de homens brancos sem diploma universitário. O Partido Democrata está unido desta vez e mobilizou a sua base para ir às urnas. Isso é fundamental num país no qual o voto é facultativo. Tem uma pandemia no meio do caminho. Eleitores mais velhos que rejeitaram Hillary, sobretudo moderados brancos, veem a covid-19 se agravar no país. E há certa exaustão com esse estilo agressivo, incompetente, irresponsável e divisionista de Trump.

A chance de Biden ganhar de lavada é real e faria um bem danado aos EUA e ao planeta devido ao seu caráter civilizatório.

Assista ao vídeo abaixo:



Clique aquihttps://www.plantaobrasil.net/news.asp?nID=111632

Vídeo: CHOCANTE! Fundador do cursinho anunciado por Bolsonaro, o AlfaCon, diz:´´Eu matava todo mundo: mãe, filho, bebê``

10344 visitas - Fonte: Plantão Brasil/Twitter

Viralizou na internet um vídeo de um dos professores do curso preparatório para PMs, anunciado, promovido e elogiado por Bolsonaro.

Ex-PM, Evandro Guedes admitiu durante uma aula que “desceu o cacete em homem, mulher e criança” e também nos “favelados”.

Com muito cinismo e frieza, professor conta que, na corporação tinha esse comportamento que agora aconselha aos alunos e justifica:

“Uma vagabunda criminosa só vai gerar o quê? Um vagabundinho criminoso. Por isso quando entrava chacinando, eu matava todo mundo: mãe, filho, bebê”, disse ele numa aula.
Veja o vídeo abaixo:


Clique aquihttps://www.plantaobrasil.net/news.asp?nID=111633

BONS VENTOS!! B0LSONARO APAVORADO COM CHILE E BOLÍVIA!!

Nos bastidores, 7 dos 11 ministros do STF aprovam obrigatoriedade da vacina contra covid-19

1062 visitas - Fonte: Folha de São Paulo

O STF (Supremo Tribunal Federal) deve decidir antes de a vacina da Covid-19 ficar pronta se o Estado pode obrigar a população a se imunizar. A maioria dos magistrados defende reservadamente que é possível, sim, impor a obrigatoriedade.

O presidente do Supremo, Luiz Fux, porém, ainda não definiu o melhor momento para discutir o tema e avalia se é adequado entrar na disputa entre o governador João Doria (SP) e o presidente Jair Bolsonaro sobre a compra das vacinas do novo coronavírus.

Ao menos sete ministros já sinalizaram nos bastidores que são a favor de o Estado poder impor a vacinação obrigatória. Até o momento, nenhum integrante da corte saiu em defesa da tese contrária publicamente ou em conversas reservadas.

Nesta segunda-feira (26), Bolsonaro disse que um juiz não pode querer decidir sobre a obrigatoriedade da imunização contra a Covid-19. No STF, porém, é dado como certo que a corte terá de enfrentar a questão.

Em setembro, os ministros decidiram aplicar repercussão geral (que vincula toda a Justiça a uma decisão a ser tomada) ao julgamento sobre a possibilidade de pais serem obrigados a vacinar seus filhos menores de idade.

Uma ala da corte defende que o STF aproveite esse processo em curso para fixar uma tese genérica que determine ser indispensável a vacinação.

O ministro Luís Roberto Barroso é o relator desse caso. O magistrado costuma fazer uma defesa enfática da ciência em seus votos e se posicionou contra a postura do governo federal durante a pandemia em diversos momentos.

Candidata a vice-prefeita em Boa Vista morre de Covid

A candidata à vice-prefeita de Boa Vista na chapa do MDB, Edileusa Loz, morreu, aos 57 anos, vítima da Covid-19, na manhã de ontem.

A informação da morte foi divulgada pelo comitê de campanha do candidato a prefeito, Arthur Henrique (MDB), com quem Edileusa concorria no pleito. A coligação suspendeu as atividades de campanha por 24h.

"A coligação “O Trabalho Continua” e o MDB lamentam informar o falecimento de nossa candidata a vice-prefeita, Edileusa Lóz. Edileusa faleceu no dia de hoje em decorrência da Covid-19. A campanha de nossa coligação, em todas as suas frentes, será suspensa pelas próximas 24 horas.", comunicou a nota.

Edileuza Loz estava internada na Unidade de Tratamento Intensivo do Hospital Geral de Roraima (HGR) desde a última quarta-feira (21). Ela deixa marido e filhos. Ela nasceu na Paraíba e morava em Roraima há 20 anos. Formada em Administração, pós-graduada em Gestão Social e especialista em Gestão Social e Políticas Públicas.

A candidata foi apresentada como a vice-prefeita do candidato Arthur Henrique no dia 15 de setembro durante convenção virtual.

Postado por Magno Martins 

Cumaru: Justiça nega pedido de registro de Eduardinho

O juiz da 91ª Zona Eleitoral, Altamir Cléreb de Vasconcelos Santos, indeferiu o pedido de registro de candidatura de Eduardinho Tabosa (PSD) à Prefeitura de Cumaru, no Agreste Setentrional pernambucano. Em sentença proferida ontem, o magistrado atendeu a ações de impugnação impetradas por duas chapas que concorrem ao pleito majoritário e pelo Ministério Público Eleitoral.

Para chegar à decisão, o juiz levou em consideração a rejeição das contas do exercício financeiro de 2014, quando Eduardinho Tabosa era prefeito de Cumaru. “As condutas irregulares apontadas pelo TCE, com nota de má gestão financeira e não respeito a metas fiscais, que ensejaram a rejeição das contas do exercício 2014 do impugnado pela Câmara, assinalam atos passíveis de serem considerados como atos dolosos de improbidade dotados de irregularidade insanável, para fins de inelegibilidade”, sentenciou.

O processo também cita a reprovação das contas de Eduardinho em 1998 pela Câmara de Vereadores de Cumaru e o fato de o Tribunal de Contas da União (TCU) julgar irregular o exercício financeiro de 2015 em razão do manejo de verbas repassadas pelo Ministério do Turismo. Nos dois momentos, ele ocupava o cargo de prefeito.

“O impugnado utilizou recursos públicos federais, no mínimo, para finalidades divergente do pactuados em Convênios e, pelo que se depreende, que ensejou omissão no dever de prestar contas e desvio de finalidade quanto aos recursos. Atos que prejudicaram a fiscalização dos recursos financeiros e a execução do objeto, segundo os julgados do TCU”, declarou.

Em contrapartida, o juiz Altamir Cléreb deferiu o pedido de registro da candidata a vice-prefeita, Nenê de Ameixas (PSD). Mesmo assim, julgou inapta a chapa da coligação. Postado por Magno Martins

Em Passira, Miguel tem pedido de candidatura indeferido

O candidato à Prefeitura de Passira pelo partido Podemos, Miguel Gomes de Freitas, teve sua candidatura indeferida, em virtude de diversos processos de improbidade administrativa.

Miguel foi gestor do município entre os anos de 2005 e 2012 e, este ano, tentaria mais uma vez a vaga no executivo municipal, contudo foi considerado inapto por acumular contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União.

Até o momento, não se sabe se um novo candidato será anunciado pelo partido ou se a chapa será desfeita. 


Postado por Magno Martins


Matuto pede habeas corpus ao STJ

A defesa do prefeito afastado de Paulista, Junior Matuto (PSB), ingressou no Superior Tribunal de Justiça (STJ), hoje, com um pedido de habeas corpus. O gestor, que tenta retornar ao cargo, está impedido de chefiar o Executivo desde a última quinta-feira (22), graças a uma decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, que acolheu um agravo regimental.

Matuto é um dos alvos das operações Chorume e Locatário, ambas deflagradas pela Polícia Civil de Pernambuco, que investigam fraudes em contratos milionários da Prefeitura de Paulista com uma empresa de limpeza urbana e um esquema de dispensa de licitações para aluguel de prédios públicos. Postado por Magno Martins 

Vacina de Oxford gera resposta "robusta" entre idosos

A vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford, em colaboração com a empresa AstraZeneca, gera uma resposta robusta na imunidade entre idosos, assim como em adultos numa faixa etária mais jovem. Esses foram os resultados obtidos em testes clínicos e que, em breve, serão divulgados em revistas científicas.

A informação foi revelada nesta manhã de segunda-feira pelo jornal Financial Times. A vacina de Oxford faz parte de um acordo com o governo federal no Brasil, num projeto que envolve a Fiocruz. Clique aqui e confira a matéria na íntegra.

Tabira: Justiça indefere registro de candidatura de Dinca

 

Ex-prefeito tabirense, o empresário José Edson Cristóvão de Carvalho, conhecido na política como Dinca Brandino (MDB), teve o pedido de registro de candidatura indeferido. A sentença foi proferida, há pouco, pelo juiz da 50ª Zona Eleitoral, Jorge William Fredi, que atendeu a ações de impugnação de candidaturas adversárias que disputam a Prefeitura de Tabira e do promotor eleitoral.

“Está estampada na sentença condenatória a prática de atos dolosos de improbidade administrativa que, cumulativamente, causaram enriquecimento ilícito e dano ao erário, cuja pena aplicada, dentre outras, foi de suspensão dos direitos políticos, o que também indica para a inelegibilidade do impugnado”, afirmou o magistrado na decisão.

O juiz ressaltou, ainda, que “a Câmara de Vereadores do Município de Tabira confirmou os pareceres do TCE, que reprovaram as contas do ex-gestor em relação aos anos de 2009, 2010 e 2011, conforme publicado nos Decretos 004/2014, 005/2014 e 006/2014, de 16 de abril de 2014, todos juntados nos autos”. Ele também enfatizou a “presença de irregularidade insanável” nos atos de Dinca Brandino.   Postado por Magno Martins

Marília grava com Lula e se diz entusiasmada com crescimento

A candidata a prefeita do Recife pelo PT, Marília Arraes, cumpriu, hoje, uma agenda de gravações com o ex-presidente Lula, em São Paulo. Os vídeos e áudios serão usados nos programas eleitorais de rádio e televisão, além dos atos da militância e agendas de rua que Marília irá cumprir daqui pra frente.

“Lula fez questão de gravar comigo, principalmente para fortalecer ainda mais a nossa campanha, que já conquistou o Recife e que tem crescido a cada dia. Ter Lula ao meu lado é um orgulho, pois o Recife é grato a tudo o que ele fez pela nossa cidade, como a retirada das palafitas de Brasília Teimosa”, afirma Marília.

De acordo com Marília, durante o encontro Lula reforçou que para ele e para o PT a vitória de Marília é uma prioridade, por todo o legado de avanços que o partido proporcionou à cidade e também por Marília ser a verdadeira representante do projeto de esquerda que ele sempre defendeu, de combate às desigualdades, de inclusão social. Um projeto que também carrega a marca de Miguel Arraes.

“Eu sempre tive lado, sempre estive com Lula, e ele reconhece isto. Assim como ele também vê, pela minha trajetória política, os três mandatos de vereadora do Recife, a atuação na Câmara Federal, a defesa do legado de Arraes, que sou a mais preparada para governar a nossa cidade”, concluiu Marília. Postado por Magno Martins

MAIA DESMASCARADO! LULA EXPÕE O JOGO DA GLOBO NA INTERNET

Guerra da vacina tem a ver com 2022

Foto: anaray

O cancelamento da compra, pelo Ministério da Saúde, de 46 milhões de doses do imunizante CoronaVac, desenvolvido pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, evidenciou que a polarização política do país não deixa de fora nem a almejada vacina contra a covid-19, doença que vitimou fatalmente quase 156 mil brasileiros. Uma amostra disso foi o cabo de guerra travado nesta semana entre o presidente Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Apesar de tratar de um tema médico-sanitário, o episódio teve como pano de fundo as eleições presidenciais de 2022.

Bolsonaro irritou-se com o protocolo de intenção de compra da vacina firmado pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Diante da repercussão negativa de apoiadores nas redes sociais, e com o risco de ver o desafeto ser lembrado como “aquele que trouxe a imunização para o Brasil”, o presidente desautorizou Pazuello, que, ironicamente, foi diagnosticado com o novo coronavírus, em meio ao imbróglio político.

O presidente enviou uma mensagem pelo celular a ministros e auxiliares: “Alerto que não compraremos vacina da China, bem como meu governo não mantém diálogo com João Doria sobre covid-19”. Bolsonaro ainda colocou em dúvida a qualidade científica da vacina, ao mesmo tempo em que voltou a levantar a tese de que o coronavírus foi “fabricado” na China.

A atitude do presidente desencadeou uma onda de críticas de governadores e parlamentares da oposição. O cientista político Rodrigo Prando, professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, acredita que as pressões políticas e da população poderão fazer o presidente recuar. “(Bolsonaro) se propõe a um braço de ferro, mas é preciso ver se ele tem força para ganhar. Ele pode voltar atrás, como já fez em outras ocasiões. O brasileiro quer uma vacina. Aquela ideia de que os outros Poderes freiam o Executivo ficou evidente nesse um ano e meio de governo. Creio que não será diferente, caso necessário”, frisou.

BOLSONARO DESCUMPRIU PROMESSA FEITA A ATRIZ REGINA DUARTE

Foto: TV Globo / Reprodução

Esta semana completou cinco meses que Jair Bolsonaro prometeu nomear Regina Duarte para a Cinemateca. Até agora, nada.

Desse período, a Cinemateca está sob controle do governo federal há dois meses e meio.

Época  

MÍDIA COMPARA A CIVILIDADE NO TEMPO DE LULA COM A IGNORÂNCIA DO ATUAL PRESIDENTE

Outra reportagem da grande mídia compara a civilidade no tempo de Lula com a ignorância do atual presidente, que trata adversários como inimigos. O despertar da mídia…

1/3 dos negros com diploma só consegue cargos inferiores

Foto: TANIA REGO / AGÊNCIA BRASIL

No primeiro trimestre de 2020, quase 38% dos homens negros e 33,2% das mulheres negras com diploma de ensino superior ocupam cargos que não exigiam esse diploma. É o que concluiu uma pesquisa da consultoria IDados. Mostra que nem sempre a dificuldade do negro em ocupar postos de destaque no mercado tem, necessariamente, a ver com sua qualificação. Esse número chega na mesma semana em que causou alvoroço a declaração de Cristina Junqueira, sócia do Nubank, no programa “Roda Viva”, sobre a “dificuldade de encontrar candidatos negros adequados para as exigências das vagas na empresa”. A banqueira, depois das críticas, terminou pedindo desculpas, dizendo que não se expressou “da melhor maneira”.

O Globo 

Globo tentou abafar denúncias de assédio sexual contra Marcius Melhem

405 visitas - Fonte: Brasil247

Demitido depois de quase duas décadas de Rede Globo e sendo um poderoso diretor do núcleo de humor da emissora, as revelações dos motivos que levaram a Globo a tomar tal medida confirmam as denúncias de assédio sexual por parte de Marcius Melhem.

Melhem tinha sido acusado de assédio sexual pela atriz Dani Calabresa, que procurou o compliance da emissora para fazer a denúncia. A partir da denúncia de Calabreza, outras mulheres mulheres buscaram o departamento para relatar fatos semelhantes. Descreveram tentativas de as agarrar à força, envio de mensagens inconvenientes, ambiente tóxico de trabalho.

Segundo a advogada que representa as mulheres assediadas, ele usava sua posição de chefia e de redator de humor na Globo para escrever papéis em que atrizes eram forçadas a beijá-lo e para retirar de papéis atrizes que rejeitassem seus assédios. Tentava prendê-las em salas e agarrá-las à força, mesmo após diversas negativas das mesmas.

A emissora tentou abafar o caso e nada disse sobre as denúncias em nota que comunicava o desligamento de Melhem. https://www.plantaobrasil.net/news.asp?nID=111612

VÍDEO: Bolsonaro humilha bolsominion que fez pedido sobre preço do arroz

4803 visitas - Fonte: -

Um devoto de Jair Bolsonaro resolveu pedir-lhe, educadamente, que baixasse o preço do arroz. A resposta de Jair foi um show de grosserias. Assista:


Clique aqui
https://www.plantaobrasil.net/news.asp?nID=111616

BOLSONARO PROÍBE VACINA MAS LIBERA AGROTÓXICOS CHINESES PROIBIDOS NO MUNDO TODO

4167 visitas - Fonte: Brasil247

O governo Bolsonaro liberou a utilização de mais 12 agrotóxicos no país por meio do Ato nº 59, publicado nesta sexta-feira (23) no Diário Oficial da União, com data de 19 de outubro. Dentre eles, 10 são produzidos por empresas sediadas na China. As informações são do blog do professor associado da Universidade Estadual do Norte Fluminense em Campos dos Goytacazes (RJ), bacharel e mestre em Geografia pela UFRJ, Marcos Pedlowski.

A liberação acontece na mesma semana em que o presidente Jair Bolsonaro negou que o governo iria comprar a vacina CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituo Butantan. Na quarta-feira, ele voltou atacar o imunizante.

“A da China nós não compraremos, é decisão minha. Eu não acredito que ela transmita segurança suficiente para a população. Esse é o pensamento nosso. Tenho certeza que outras vacinas que estão em estudo poderão ser comprovadas cientificamente, não sei quando, pode durar anos”, afirmou. https://www.plantaobrasil.net/news.asp?nID=111611

China reduz reservas em dólar, como resposta à guerra movida por Trump

Sputnik

Sputnik – A China pode estar acelerando a diversificação de suas reservas cambiais em resposta às sanções de Washington, de acordo com analistas do South China Morning Post.

Pequim reduziu sua participação em títulos de dívida dos EUA em um quarto, para US$ 1,07 trilhão (R$ 6,01 trilhões), até o final de agosto, que seria o nível mais baixo desde março de 2017, escreve o jornal South China Morning Post, citando dados do Departamento do Tesouro dos EUA.

Segundo alguns analistas, tal poderia estar acontecendo em resposta a possíveis sanções financeiras dos EUA, embora afirmem que há limites claros para uma possível desdolarização.

A Administração Estatal de Divisas, o regulador monetário da China, afirma em seu relatório anual mais recente que os ativos em dólares americanos representam agora 58% das reservas em 2015.

Os ativos em dólares americanos corresponderiam a cerca de US$ 1,8 trilhão (R$ 10,11 trilhões, na conversão atual), das reservas totais da China, avaliadas em cerca de US$ 3,14 trilhões (R$ 17,64 trilhões, na conversão atual), de acordo com os cálculos do South China Morning Post.

Assim, os especialistas estimam que a China teria aumentado a diversificação de suas reservas de abril a julho, cerca de 3,6 vezes mais do que há um ano.

O presidente do painel de Pesquisa de Investimento Forex da China, Tan Yaling, diz que as mudanças nas reservas cambiais da China foram parte de "um processo de diversificação" que estava em andamento pelo regulador de moedas desde há anos, e acredita que "uma abordagem radical no sentido da desdolarização não deveria ser adotada porque não ajudaria".

Já He Qing, da Universidade de Renmin, China, considera um cenário que poderia causar efeitos negativos sobre a taxa de câmbio e os investimentos.

"Se o acesso da China ao dólar dos EUA for restrito, isso afetaria o investimento estrangeiro da China, as operações de reserva cambial, e levaria a maiores flutuações na taxa de câmbio do yuan no curto prazo", prevê.

Estatuto internacional do dólar

Putin rejeita acusações de Trump contra família Biden

Presidente da Rússia, Vladimir Putin

MOSCOU (Reuters) - O presidente russo, Vladimir Putin, disse no domingo que não via nada de criminoso nas relações comerciais anteriores de Hunter Biden com a Ucrânia ou a Rússia, marcando sua discordância com uma das linhas de ataque de Donald Trump na eleição presidencial dos EUA.

Putin estava respondendo aos comentários feitos por Trump durante debates na televisão com o desafiante democrata Joe Biden antes da eleição de 3 de novembro.

Trump, que está perdendo nas pesquisas de opinião, usou os debates para fazer acusações de que Biden e seu filho Hunter se envolveram em práticas antiéticas na Ucrânia. Nenhuma evidência foi verificada para apoiar as alegações, e Joe Biden as chamou de falsas e desacreditadas.

Putin, que já elogiou Trump no passado por dizer que queria melhores laços com Moscou, disse que a Rússia trabalhará com qualquer líder dos EUA, enquanto observa o que chamou de "retórica anti-russa afiada" de Joe Biden.

Putin pareceu menos amigável com Trump em declarações transmitidas pela TV estatal russa no domingo. No que pode ser visto por alguns analistas como uma tentativa de tentar obter favores do campo de Biden, ele aproveitou o tempo para derrubar o que deixou claro que considerava falsas alegações de Trump sobre os Bidens.

“Sim, na Ucrânia ele (Hunter Biden) tinha ou talvez ainda tenha um negócio, não sei. Isso não nos diz respeito. Diz respeito aos americanos e ucranianos ”, disse Putin.

“Tive experiências desagradáveis com diretores, assédios verbais, mas me defendi todas às vezes, instintivamente", disse a atriz Dira Paes.

Dira Paes esgarça o teor reacionário do governo Bolsonaro

247 - Em entrevista ao jornal O Globo, a atriz Dira Paes contou que já sofreu assédio no trabalhou e deu a sua opinião sobre o tema.

“Tive experiências desagradáveis com diretores, assédios verbais, mas me defendi todas as vezes, instintivamente. Indo embora na hora, por exemplo. A violência nunca me travou. Ainda bem. Já aconteceu de estar voltando da escola, e um homem meter a mão em mim. Consegui virar o braço, e ele saiu correndo”, contou a atriz.

Dira avalia que que o ambiente artístico está mudando e limites estão sendo redemarcados. “Não tem mais tanto espaço para ego, para mau humor. Se você errou, peça desculpas, se possível, imediatamente", frisou.

"O princípio da cidadania, de não fazer com o outro o que não quer que façam com você, é uma coisa que já devia estar clara”, acrescentou.

Chefe de gabinete de Trump diz que governo não vai controlar pandemia e democrata Kamala Harris rebate: 'admitiram o fracasso'

Kamala Harris

247 - Mark Meadows, chefe de gabinete do presidente norte-americano Donald Trump, disse neste domingo (25) que os Estados Unidos não vão “controlar a pandemia” da Covid-19. Ele ainda comparou a doença a uma gripe.

“Isso é o que vamos fazer. Não vamos controlar a pandemia, vamos controlar o fato de que podemos ter vacinas, tratamentos e outros meios para aliviar” a doença, afirmou Mark Meadows entrevista à CNN. “É um vírus contagioso como a gripe”, completou.

Kamala Harris, candidata à vice-presidência na chapa do democrata Joe Biden, rebateu afirmando que o governo Trump de admitir a derrota.

“Eles reconhecem seu fracasso”, reagiu Harris a repórteres em Michigan, em reação aos comentários de Meadows. “É o maior fracasso de uma administração presidencial na história dos Estados Unidos”, insistiu a ex-senadora.

Apelo a Maia é como pregar no deserto; só povo unido derrota fascismo. Maia abusa do pode do cargo e mantém engavetados mais de 60 pedidos de impeachment do Bolsonaro

Leonardo Boff e Rodrigo Maia

O teólogo Leonardo Boff é uma das grandes riquezas espirituais, políticas e humanas do nosso país em todos os tempos.

Em toda vida de mais 80 anos, Boff preserva uma trajetória coerente e incorruptível; permaneceu sempre do mesmo lado da história: o lado da justiça e da igualdade social, da democracia e da liberdade, do antirracismo, do amor, da defesa da vida e da natureza, da soberania nacional, da decência e da dignidade na política.

Quando o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia/DEM acusou via twitter [24/10] o criminoso e anti-ministro bolsonarista do meio ambiente Ricardo Salles do crime de “destruir o meio ambiente do Brasil”, Boff cobrou de Maia o que a lógica e a lei determinam: o impeachment do presidente que dá as ordens ao destruidor do meio ambiente.

Por meio do twitter, Boff alertou Maia: “Sr. Presidente, o que o Sr. diz é muito grave. Diz-se que o ministro Salles só faz o que presidente manda. Por isso, em sua pulsão de morte, destrói o que pode: desmatamentos, direitos sociais e entrega o povo ao vírus. O Sr. tem uma arma: o impeachment. Por amor à vida do BR”, apelou o teólogo.

Na ilusão de que Maia possa ter alguma lealdade à Constituição e ao Estado de Direito, Boff ainda suplicou: “Vc não pode entrar na história como um homem fraco, que quando podia ter defendido a vida do povo, não o fez por razões que desconheço. Vivemos uma emergência nacional. Em suas mãos está uma decisão que salvará vidas no BR. É difícil. Mas nada tem mais valor que a vida”, escreveu ele ao presidente da Câmara [grafia do twitter no original].

Dois dias antes [22/10], e também por twitter, Lula defendeu o impeachment do Bolsonaro devido à decisão genocida de suspender a compra de vacinas para imunizar a população brasileira.

Se a sociedade, os partidos e os parlamentares, precisavam de um motivo para discutir o impeachment, Bolsonaro acaba de cometer um crime contra a nação ao dizer que não vai comprar a vacina e desrespeitar um instituto da seriedade do Butantan e toda a comunidade científica”, disse Lula.

Papa nomeia novos cardeais, incluindo crítico de Trump. Entre os nove novos cardeais elegíveis está o arcebispo de Washington, nos Estados Unidos, Wilton Gregory

Reuters - Querendo deixar sua marca na Igreja Católica Romana para o futuro, o papa Francisco nomeou neste domingo 13 cardeais de oito países, incluindo nove nomes que são elegíveis para o conclave que elegerá seu sucessor após sua morte ou renúncia.

Entre os nove novos cardeais elegíveis, que o papa listou em um anúncio surpresa ao se dirigir aos peregrinos de sua janela com vista para a Praça de São Pedro, está o arcebispo de Washington, nos Estados Unidos, Wilton Gregory.

 Gregory, que se tornará o primeiro afro-americano a ocupar o cargo, tornou-se uma figura nacional nos últimos meses. Ele pediu mais diálogo para aliviar as tensões raciais nos Estados Unidos após a morte de George Floyd sob custódia da polícia de Minneapolis em maio.

E também entrou em confronto indireto com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em junho passado, quando disse ter achado "desconcertante e repreensível" que uma Igreja Católica em Washington tenha permitido a Trump usar suas instalações para uma sessão de fotos. Apoiadores de Trump chegaram a denunciar Gregory.

 O papa Francisco já nomeou cerca de 57% dos cardeais elegíveis para o conclave.

Ronaldinho Gaúcho testa positivo para coronavírus. Assintomático, ex-jogador cumpre isolamento em Belo Horizonte

Agência Brasil – O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho confirmou no início da tarde deste domingo (25) que testou positivo para o novo coronavírus (covid-19). O anúncio foi feito por meio de um vídeo divulgado no perfil das redes sociais de uma empresa que promoveria um evento com o craque.

“Estou aqui em BH desde ontem [sábado], vim para participar do evento. Fiz os exames e testei positivo para covid. Estou bem, assintomático, mas vamos ter que deixar o evento para [depois]. Em breve estaremos juntos aí. Grande abraço!”, declarou.

O ex-jogador de Grêmio, PSG (França), Barcelona (Espanha), Milan (Itália), Flamengo, Atlético-MG, seleção brasileira e vários outros clubes seguirá em isolamento social na capital mineira.

Evo Morales: vitória do MAS na Bolívia foi "um triunfo histórico e inédito"

Evo Morales e Lucho Arce

247 - O ex-presidente boliviano deposto por um golpe de Estado em 2019, Evo Morales, disse em entrevista ao jornalista Breno Altman, do Opera Mundi, que a vitória de Luis Arce, do MAS (Movimento ao Socialismo), na eleição presidencial de 2020 é uma resposta aos golpistas e se trata de "um triunfo histórico e inédito".

Para Morales, "a vitória eleitoral contundente demonstra que em 2019 não houve fraude, mas sim um golpe de Estado". "Com Lucho Arce, levantaremos, unidos, novamente a Bolívia", disse. Ele ainda afirmou que o golpe do ano passado teve como objetivo a dominação do lítio, recurso natural boliviano estratégico para empresas de tecnologia. "O golpe de 2019 também foi um golpe ao lítio. As empresas norte-americanas reconheceram que financiaram o golpe de Estado. A luta da humanidade é a luta de quem controla os recursos naturais. Na Bolívia, graças à luta dos movimentos indígenas e dos movimentos nacionais, decidimos nacionalizar e recuperar os recursos para mudar a situação política do país".

Evo Morales ainda cobrou que os demais países da América Latina se protejam e protejam os recursos naturais próprios e dos vizinhos. "Os países da América Latina têm a obrigação de defender nossos recursos naturais. Por que tantas tentativas de invasão, de golpe dos EUA na Venezuela? Tantas ameaças jurídicas contra meu irmão Nicolás Maduro [presidente venezuelano]? É por seu petróleo!".

O ex-presidente contou que ficou surpreso com a "união" de seu povo, que levou Arce à presidência. "Com a unidade do povo, com essa convicção revolucionária, com esse alto espírito democrático e pacifista, democraticamente derrotamos os golpistas e as políticas dos Estados Unidos. Foi impressionante a vitória. Creio no movimento indígena, nas forças sociais do meu país".

Sob o comando de Arce, a Bolívia, segundo Evo Morales, continuará mantendo uma relação saudável com os países vizinhos, inclusive com o Brasil de Jair Bolsonaro. "Será uma relação sempre de amizade, assim como tivemos com [o então presidente argentino Mauricio] Macri, [o presidente brasileiro Jair] Bolsonaro e [o presidente chileno Sebastián] Piñera, apesar das diferenças ideológicas e programáticas na América Latina. Precisamos trabalhar nossas diferenças".

Morales descartou a possibilidade de assumir um cargo no governo do colega. "Não, jamais assumiria. Vou ao Trópico de Cochabamba [região ao norte da Bolívia] para fazer agricultura, uma piscina de tambaqui".

"Está em curso na mídia uma campanha para isolar o PT nas eleições"

Wadih Damous

247 - O ex-presidente da OAB-RJ e ex-deputado federal pelo PT, Wadih Damous, avalia que há uma campanha midiática para tentar isolar a campanha de Benedita da Silva à Prefeitura do Rio de Janeiro.

"Está em curso na mídia uma campanha para isolar o PT nas eleições. No Rio, incensam a delegada Martha Rocha para impedir a ida de Benedita ao 2º turno", afirma o advogado em suas redes sociais.

Segundo ele, "Martha foi chefe de polícia de Sérgio Cabral e tem a sua contribuição na repressão a movimentos sociais. É da direita dita liberal".

General Santos Cruz critica subserviência de Pazuello a Bolsonaro

247 - O general Santos Cruz, ex-ministro-chefe da Secretaria de Governo de Jair Bolsonaro, criticou a postura do ministro da Saúde e também general, Eduardo Pazuello, diante do caso da compra de vacina com tecnologia chinesa.

Sem citar nominalmente Pazuello, Santos Cruz afirmou que a "hierarquia e disciplina, na vida militar e civil, são princípios nobres", mas que isso "não significam subserviência e nem podem ser resumidos a uma coisa 'simples assim, como um manda e o outro obedece".

A frase "um manda e o outro obedece" foi dita por Pazuello em vídeo ao lado de Bolsonaro, após ter sido desautorizado publicamento sobre o acordo firmado com laboratório chinês para compra de vacinas contra o Covid.

Pazuello havia anunciado que iria adquirir 46 milhões de doses da CoronaVac, do laboratório chinês Sinovac. O presidente, no entanto, afirmou que as vacinas não seriam adquiridas. Para Santos Cruz, a conduta é "como mandar varrer a entrada do quartel".