VENEZUELA REBATE BOLSONARO E DIZ QUE TRABALHARÁ PELA PAZ NA AMÉRICA DO SUL

A felicidade transforma, a infelicidade afunda


Em 2014, éramos o 14° colocado nos “rankings de felecidade” mundiais, medidos pela empresa de pesquisas de opinião Gallup.
Hoje, segundo a pesquisa analisada pelo jornal O Globo, caímos para a 32ª posição.
Claro que não se pode atribuir total exatidão a pesquisas assim, mas a queda é mais do que significativa de uma maré minguante das sensações de bem-estar do brasileiro.
Não foi por acaso.
A mediocridade das elites brasileiras, agarrou-se a um moralismo que jamais se escandalizou com a pobreza nem com a exclusão e destruiu o ciclo de prosperidade e otimismo que, com todas as limitações e defeitos, o país vivia.
Agarraram-se a um sonho passadista – de um passado de perfeição que jamais existiu – e atiraram-nos nessa vala de tristeza, desconfiança e ódios.
Temo que essa vazante de humanidade que vive o Brasil ainda não tenha chegado ao fundo do vale.

Renan entra com representação contra Dallagnol no MP por ativismo político da Lava Jato


Resultado de imagem para Renan entra com representação contra Dallagnol no MP por ativismo político da Lava Jato

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) entrou nesta 3ª feira (19) com uma representação contra Deltan Dallagnol no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) em razão de seu ativismo político como coordenador da Lava Jato.

Calheiros alega que o procurador tentou deliberadamente intervir contra ele no pleito pelo Senado por meio de postagens no Twitter durante o período eleitoral. Segundo o emedebista, Dallagnol continuou em campanha para evitar sua eleição à presidência da Casa.
No texto, Renan afirma que “assim, em sua conta na rede social Twitter, o denunciante, como representante do Poder Legislativo e formador de opinião, criticou a forma como o denunciado abordou o tema das eleições, sobretudo pela terminologia imprópria (“batalha final”), advertindo para os fins políticos da intitulada “Operação Lava-Jato”. O comentário do denunciante está em conformidade com suas responsabilidades políticas e liberdade de crítica, sobretudo por se tratar de um parlamentar“.
Sobre o período eleitoral à Mesa Diretora do Senado, Calheiros diz que Dallagnol passou “a promover campanha para que a votação para a composição da Mesa Diretora do Senado Federal fosse realizada por meio do voto aberto, vinculando maldosamente o voto fechado”. O senador afirma que, por meio de postagens, o procurador “pediu que seus seguidores assinassem um ‘abaixo-assinado’ pelo voto aberto.”
“Ainda, publicou vídeos nos quais ele próprio é o interlocutor e escreveu ostensivamente que a provável vitória do denunciante seria, em sua concepção, um retrocesso para o combate à corrupção, afirmando que o parlamentar não colocaria em votação as leis do ‘pacote anti-corrupção’ elaborado pelo recém-empossado ministro da Justiça”, continua.

Requião: ‘Beto Richa já pode pedir música no Fantástico’


Resultado de imagem para Requião: ‘Beto Richa já pode pedir música no Fantástico’

Roberto Requião ironizou a terceira prisão do ex-governador tucano, Beto Richa. A piada é que com a terceira prisão, ele já pode pedir música no Fantástico.
Desta vez, Richa foi preso pelos desvios apontados na Operação Quadro Negro que apontou fraudes na construção e reformas de escolas no seu governo.
Requião comparou o ex-governador a um psicopata. Ele “entra na escola, rouba a merenda, o dinheiro da reforma e espanca os professores”. “Tragédia total no Paraná”.
Confira o Twitt:

Esquerda lidera disputa pela Prefeitura de Maceió, diz Paraná Pesquisas


Resultado de imagem para Esquerda lidera disputa pela Prefeitura de Maceió, diz Paraná Pesquisas
O instituto Paraná Pesquisas, o queridinho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), afirma que dois candidatos da esquerda lideram a disputa pela Prefeitura de Maceió, capital de Alagoas.
De acordo com o levantamento, o deputado João Henrique Caldas (PSB), JHC, lidera a corrida com 31,6% da preferência do eleitorado maceioense. Em segundo lugar aparece Ronaldo Lessa (PDT) com 15,1%.
Dois pré-candidatos ligados ao presidente da República, Cabo Bebeto (PSL), tem 5,6%, e Alfredo Gaspar (PSL), possuiu 9,1%, em quinto e terceiro lugares, respectivamente.
Mauricio Quintella (PR), com 7,4%, surge na sondagem na quarta colocação. Marx Beltrão (MDB) tem 2%. Gustavo Pessoa (PSOL) aparece com 1,5%. Kelmann Vieira (PSDB) e Ricardo Barbosa (PT), com 0,9% cada.
A Paraná Pesquisas 806 eleitores maceioenses entre os dias 13 e 17 de março. A margem de erro é de 3,5% para mais ou para menos. https://www.esmaelmorais.com.br/2019/03/esquerda-lidera-disputa-pela-prefeitura-de-maceio-diz-parana-pesquisas/

Alcolumbre critica Bolsonaro e Olavo de Carvalho no Roda Viva


Resultado de imagem para Alcolumbre critica Bolsonaro e Olavo de Carvalho no Roda Viva
Em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira (18), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem “exagerado” nas redes sociais e que a influência de Olavo de Carvalho no Planalto “não está fazendo bem para o Brasil”.
 “A gente tem que ser cauteloso com as redes sociais. Eu acho que em alguns momentos o presidente tem exagerado. Algumas postagens têm causado desconforto na sociedade”, disse Alcolumbre, após ser questionado sobre a publicação de um vídeo pornô na conta pessoal do Twitter do presidente da República.
Para presidente do Senado, os filhos do presidente também precisam moderar o tom.
“Os filhos têm toda legitimidade de falar o que quiserem como parlamentares. Mas como filhos do presidente precisam ter discernimento e responsabilidade. No momento que estamos vivendo precisamos de diálogo e, no fundo, essas coisas acabam atrapalhando”, disse Alcolumbre.

PSOL quer anular decreto de Bolsonaro que dispensa visto


Resultado de imagem para PSOL quer anular decreto de Bolsonaro que dispensa visto

A deputada federal Talíria Petrone (PSOL-RJ) anunciou que a bancada do seu partido na Câmara protocolou um projeto para suspender o decreto que dispensa o visto para turistas dos EUA, Canada, Austrália e Japão.
Segundo Talíria, a medida fere a soberania nacional e o princípio da reciprocidade.
Confira:

A ordem de Bolsonaro que dispensa o visto para turistas dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão fere a soberania nacional e o princípio da reciprocidade. Nossa bancada protocolou hoje um projeto para suspender os efeitos desse decreto.
1.085 pessoas estão falando sobre isso

Beto Richa ficará custodiado na prisão da Lava Jato


Resultado de imagem para Beto Richa ficará custodiado na prisão da Lava Jato
Responsável por autorizar a prisão do ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), o juiz da 9ª Vara Criminal de Curitiba Fernando Bardelli Silva Fischer determinou que o político seja levado para o Complexo Médico Penal (CMP) de Pinhais, também conhecido como presídio da Lava Jato.
O presídio, que fica localizado em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, é o mesmo onde estão custodiados os presos da Operação Lava Jato. Lá estão outros presos que respondem à acusação de envolvimento com os crimes de organização criminosa, corrupção ativa e passiva, fraude à licitação e obstrução de investigações.
A determinação vale também para o ex-secretário de Cerimonial e Relações Internacionais do governo do tucano, Ezequias Moreira, e o empresário Jorge Atherino, detidos preventivamente hoje (19) junto com Richa no âmbito da Operação Quadro Negro. Caso não seja possível abrigar aos três no Complexo Médico, eles deverão ser transferidos para a Casa de Custódia de Piraquara.
A Operação Quadro Negro apura desvios de recursos destinados à construção e reformas de escolas públicas estaduais entre os anos de 2012 e 2015. A ação é do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, autor dos pedidos de prisão preventiva.
Com informações da Agência Brasil

URGENTE: Ex-governador Beto Richa (PSDB) é preso pela Operação Quadro Negro


O ex-governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), foi preso na manhã desta terça-feira (19) pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) no âmbito da Operação Quadro Negro.
Segundo o Ministério Público do Paraná, mais de R$ 20 milhões foram desviados de verbas para reformas e construção de escolas públicas estaduais. A Operação aponta que a Construtora Valor recebia recursos sem ter feito as obras equivalentes, cujos numerários eram usados para festas e campanha do ex-governador tucano.
É a terceira vez que Richa foi preso por corrupção e propina na Operação Lava Jato (Operações Anel da Integração, acerca dos pedágios, e Rádio Patrulha).
Além da prisão de Beto Richa, também o empresário Jorge Atherino (suposto laranja da família do ex-governador) e do ex-secretário Ezequias Moreira. Eles ficarão presos preventivamente, isto é, sem prazo determinado.
O Blog do Esmael registrou em primeira mão, no início de junho de 2015, o escândalo e a consequente queda da cúpula da Educação do Paraná na época. https://www.esmaelmorais.com.br/2019/03/urgente-ex-governador-beto-richa-e-preso-pela-operacao-quadro-negro/

Decreto de Bolsonaro que isenta visto fará Brasil perder R$ 60,5 milhões por ano


Resultado de imagem para Decreto de Bolsonaro que isenta visto fará Brasil perder R$ 60,5 milhões por ano
O governo federal vai deixar de arrecadar cerca de R$ 60,5 milhões por ano com a emissão de vistos para cidadãos dos Estados Unidos, do Canadá, da Austrália e do Japão. As informações são do Itamaraty.
A perda de receita se dará porque o presidente Jair Bolsonaro (PSL) assinou ontem (18) um decreto que isenta turistas desses quatro países da necessidade de um visto para entrarem no país. As novas normas entram em vigor a partir do dia 17 de junho.
O dinheiro arrecadado com as taxas dos vistos ia direto para os cofres do Tesouro Nacional.
De acordo com o Itamaraty, o Brasil emitiu 258.437 vistos para cidadãos destes quatro países em 2018. Os norte-americanos foram a maioria: 181.242, o equivalente a 70% desse montante.
Como não há previsão de reciprocidade em relação à decisão tomada pelo Brasil, os cidadãos brasileiros continuarão a pagar pelos vistos. Em 2017, os brasileiros que viajaram para os Estados pagaram R$ 1,15 bilhão ao governo norte-americano.