Apoio de Lula faz Haddad DISPARAR em pesquisa tucana

Chega a ser irônico que uma pesquisa eleitoral encomendada por um setor da economia ligado umbilicalmente ao PSDB seja mais honesta e beneficie mais o PT do que as pesquisas tradicionais. Uma sondagem do instituto Ipespe encomendada pela XP Investimentos diz que se tirarem Lula da eleição podem torná-lo ainda mais forte politicamente.
A encrenca de domingo (8/7) passado no TRF4, com o desembargador Rogério Favreto, que estava de plantão naquele tribunal e concedeu habeas corpus a Lula, e com juiz de primeira instância (Sergio  Moro) desacatando decisão de instância superior em conluio com a PF, fez bem à imagem do ex-presidente Lula, segundo o site ligado ao mercado financeiro “InfoMoney”.
Lula subiu 2 pontos percentuais em pesquisa desse mesmo mercado financeiro, após a encrenca no tribunal gaúcho.
Mas, como já foi dito no Blog da Cidadania em matéria anterior, Lula subir em pesquisas eleitorais já não é novidade. Subiu em todas nas últimas semanas. Porém, a XP/Investimentos, em parceria com o Ipespe, mostra que o mercado financeiro pode preferir o tucano Geraldo Alckmin, mas não rasga dinheiro.
Apesar de o mercado financeiro, através da XP Investimentos, ligada ao Itaú, preferir o tucano, não confia nas pesquisas dos Ibopes e Datafolhas da vida porque essas pesquisas, apesar de reconhecerem a força política de Lula, são falsas por não citarem eventual candidato indicado por Lula.
A pesquisa semanal que o Ipespe (Instituto de Pesquisas Econômicas) faz para a corretora XP Investimentos revela que o ex-presidente Lula tem muita capacidade de transferir votos para um eventual nome alternativo do PT.
O levantamento publicado no site Infomoney trabalha com vários cenários. E, pela segunda vez na pesquisa XP-Ipespe, Fernando Haddad é apresentado como candidato de Lula. Isso fez com que saltasse de 2% para 12% da preferência dos eleitores, o que o colocaria atrás apenas de Jair Bolsonaro (com 21%) e em empate técnico com Marina Silva (11%).
Eis o fenômeno: Haddad melhorou sua presença em relação à pesquisa XP-Ipespe anterior. Quando o ex-prefeito de São Paulo foi apresentado pela primeira vez numa pesquisa como candidato de Lula, tinha 11%.
Agora, o ex-prefeito Fernando Haddad aparece com 12% ao ser associado a Lula.
São muitas as análises de que a prisão de Lula e a tramoia judicial para tirá-lo da eleição estão fazendo com que seu poder de transferência de votos aumente mais um pouco a cada dia.
Note-se que o ex-prefeito Haddad subiu na pesquisa Ibope sem sequer fazer campanha como Jair Bolsonaro, por exemplo. Imagine-se agora a população indignada por não poder votar em Lula. Aí aparece um vídeo de Lula indicando que o candidato dele é Haddad ou qualquer outro. É bem provável que tenha até mais votos do que Lula teria.
Confira a matéria em vídeo