TEMER FAZ BARULHO COM BATTISTI PARA QUE NINGUÉM FALE DAS MALAS DE DINHEIRO

Reprodução | Agência Brasil


Ao tentar anular o decreto de asilo político concedido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao italiano Cesare Battisti, Michel Temer recorre a uma clássica manobra diversionista: tenta ocupar o noticiário com um novo assunto, para que ninguém mais fale das denúncias de propinas e malas de dinheiro a seus colaboradores mais próximos, como Geddel Vieira Lima e Rodrigo Rocha Loures, enquanto seu caso é apreciado pela Câmara dos Deputados; "A revisão da decisão presidencial não é mais possível, devido ao decurso do prazo e ao fato de não haver qualquer vício na conclusão final, como reconhecido pelo próprio Supremo Tribunal Federal", lembra a defesa de Battisti. BR 247