Avô resume avanços da era Lula em cartão

:
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva publicou nesta quinta-feira, 17, em sua página no Facebook um post de uma seguidora que mostra um cartão em que o seu suposto avô resume os avanços dos governos Lula; "Lula pagou a dívida externa, deixou 370 bi de dólares de reservas e criou 23 milhões de empregos sem mudar uma vírgula da CLT", diz o texto do cartão; no post, a seguidora identificada como Giulia relata: "Meu avô disse que agora não discute mais com quem não gosta do Lula, ele só mostra o cartãozinho que ele escreveu sobre ele"

Geddel negociou anistia ao caixa dois com JBS

POR BR 247

REUTERS/Ueslei Marcelino: <p>Presidente Michel Temer e Geddel Vieira Lima, durante reunião no Palácio do Planalto, em junho de 2016 15/06/2016 REUTERS/Ueslei Marcelino</p>
Mais uma delação premiada envolve Geddel Vieira Lima em crimes; segundo o depoimento do diretor jurídico da JBS, Francisco de Assis e Silva, o ex-ministro Geddel se reuniu várias vezes com ele em Brasília para tratar de uma maneira de anistiar os crimes de caixa dois; Silva chegou a entregar a Geddel a minuta de um projeto de lei para conseguir livrar políticos de serem punidos por dinheiro de campanha não declarado

CONVERSA AFIADA DO RENOMADO POETA REPENTISTA GERALDO AMÂNCIO

CONVERSA AFIADA.
Nos últimos dias tenho me questionado o porquê de ter sempre muitos recursos públicos e privados para vários tipos de eventos, como FORTAL, EXPOSIÇÕES, MICARETAS, SHOWS DE BANDAS DE FORRÓ E DUPLAS SERTANEJAS. Enquanto não há para festivais de cantoria e forró pé de serra. É de bom alvitre salientar, que enquanto uma apresentação de uma banda chega a custar até seiscentos mil reais, um festival de repentistas custa em torno de vinte mil e  uma apresentação de um forró pé de serra menos do que isso. Surpreso fiquei, quando alguém muito bem relacionado com este assunto, me confidenciou que nem uma banda ganha esse valor. Ganha a metade ou menos. O restante fica com alguns espertalhões  dos municípios, onde acontecem esses mega-eventos. O que causa revolta e tristeza, é que determinados deputados federais conseguem emendas parlamentares de valores muito altos e mandam para esses eventos. Em vez de mandar verbas, para a saúde que está uma lástima. Atenção forrozeiros, atenção poetas cantadores e cordelistas, eis porque nós só batemos em portas fechadas, enquanto artistas de  outros segmentos tidos como cultura, vivem nababescamente. Peço gentileza divulgar esse texto, para que o público de cantoria e do cordel tomem conhecimento. Que Deus abençoe a todos. Fonte: Facebook do Geraldo Amâncio. 

Bresser: ‘esquerda não pode cometer erro da radicalização’

POR BR 247

:
Economista e ex-ministro Luis Carlos Bresser Pereira alertou para eventuais prejuízos com a radicalização do discurso da esquerda brasileira; "Sim, devemos estar na oposição a tudo isso, mas essa oposição deve ser democrática. A democracia não foi um projeto das elites, mas do povo brasileiro", destaca; para Bresser, "a direita respeitou a democracia até 2016, quando, em face à crise profunda do governo Dilma Rousseff, a traiu" e "se sentiu com forças para impor ao país um liberalismo econômico que, além de injusto e antidemocrático, é ineficaz em levar o Brasil a voltar a se desenvolver"; "A esquerda pode e deve protestar contra isso, mas não deve cair no mesmo erro. Ao não deixar espaço para o acordo, um discurso radical leva o país a um impasse e arrisca a democracia", diz

Feira Nova articula descontos de até 45% para universitários da cidade


A prefeitura de Feira Nova e a Faculdade Osman Lins (FACOL) firmaram uma parceria que está beneficiando vários jovens com desconto na mensalidade da instituição de ensino superior. Diante da crise econômica e da necessidade de qualificação, a gestão sugeriu que a faculdade desse sua parcela de contribuição na formação dos jovens da cidade. “A prefeitura vendo a necessidade de qualificar e oportunizar os jovens com cursos universitários em meio a essa crise entrou em contato com a FACOL para conseguir descontos. E assim ficou acordado, após algumas reuniões, a concessão do benefício”, explicou a radialista Elisângela Rocha, ex-aluna da instituição e articuladora da parceria.

De acordo com a radialista, os estudantes contam com 45% de desconto nas mensalidades para todos os cursos da instituição, com exceção de Odontologia, que tem a oferta de 30%. “A parceria ainda permite a transferência de cursos com a oferta de quarenta por cento nas mensalidades e isentando a primeira matrícula”, destacou. Alguns alunos de Limoeiro também foram contemplados por efetuarem a inscrição em Feira Nova. As inscrições para o vestibular foram realizadas na própria cidade, assim como a aplicação das provas, que aconteceu no dia 20 de julho. A lista com os aprovados foi divulgada e as inscrições acontecem no período de 26 a 28 de julho. As aulas estão agendas para começar no dia 31 de julho. (Imagem | Divulgação) blog do agreste

Autenticação e reconhecimento de firma…

Você já imaginou não precisar mais autenticar ou reconhecer firma em documentos? Se ele foi expedido no Brasil e você vai apresentá-lo para um órgão público, fique sabendo: essa regra já está valendo! A mudança foi trazida pelo Decreto n. 9.094/2017, em vigor desde 18 de julho. 

Outra novidade é que o cidadão não precisará mais apresentar cópias de documentos que já estejam na base de dados do governo, mesmo que em outro órgão. 

Passa a valer o princípio da boa-fé, ou seja, uma declaração escrita e assinada pelo cidadão servirá como comprovação.

Celso Amorim: parte da elite não quer um Brasil independente

Agência Brasil: celso amorim
"Nós tivemos a ilusão de que depois do impeachment do Collor as instituições democráticas Brasil tinham ficado mais fortalecidas. Infelizmente não foi o caso. Quando se viu que havia uma chance de derrubar um governo, e não só um governo, mas um projeto que era de aprofundamento da democracia, de maior igualdade social e de maior independência em termos internacionais, vimos que as instituições não resistiram", diz o ex-chanceler Celso Amorim

Parente insinua que ficaria no cargo se Maia assumisse o poder

:
O presidente da Petrobras, Pedro Parente, sinalizou que permaneceria no cargo caso Rodrigo Maia substituísse Michel Temer no Planalto; questionado sobre o assunto, ele deixou a porta aberta para a administração Maia: "O que posso dizer é que hoje existem as condições necessárias para fazer o trabalho que precisa ser feito na Petrobras. Enquanto essas condições existirem, penso em ficar", afirmou. BR 247

Sem reajuste, servidores federais ameaçam parar

Brayan Martins/ PMPA: <p>Porto Alegre, RS - 06.09.2016 Procon orienta consumidores sobre greve nos bancos Foto: Brayan Martins/ PMPA</p>
Diante da intenção de Michel Temer e sua equipe econômica de adiar os reajustes salariais já aprovados para 2018, servidores públicos já ameaçam parar caso a proposta vá adiante; além disso, a Confederação Nacional dos Servidores Públicos (CNSP) disse que entrará com ação na Justiça para impedir a postergação, caso a medida seja de fato anunciada

Sucessão de Aécio divide ainda mais o PSDB

Marcos Oliveira/Agência Senado: <p>tasso aecio</p>
A provável renúncia do senador Aécio Neves (MG) à presidência do PSDB, que deve acontecer nas próximas semanas, já começa a aprofundar o racha entre a já dividida cúpula tucana; a definição do sucessor de Aécio no comando do PSDB deve acirrar a divisão interna do partido sobre o apoio da sigla ao governo Michel Temer; defensores do desembarque articulam a convocação imediata da eleição de um novo presidente para efetivar o senador Tasso Jereissati (CE), que ocupa o cargo interinamente desde maio; já a ala que prega a manutenção do apoio da legenda a Temer, entretanto, quer postergar essa substituição para tentar construir uma candidatura alternativa. BR 247

Decisão sobre delação pode ser revista, diz Marco Aurélio

: <p>Marco Aurélio Mello</p>
Marco Aurélio Mello, ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) afirmou ontem que a corte ainda pode rever a decisão de que apenas o Judiciário pode alterar os benefícios concedidos pelo Ministério Público a delatores se estes descumprirem os compromissos assumidos no acordo de colaboração; "A própria legislação prevê que quem fixa as penas é o juiz", disse Marco Aurélio, questionando a possibilidade de o Ministério Público definir penas para os delatores. BR 247

PGR quer novo inquérito para investigar senador Fernando Bezerra Coelho (PE)

: <p>Senador Fernando Bezerra Coelho ((PSB-PE) e Porto de Suape</p>
Procuradoria Geral da República pediu ao STF a abertura de novo inquérito para investigar o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) com base nas delações premiadas de executivos e ex-executivos da empreiteira Odebrecht no âmbito da Lava Jato; parlamentar é suspeito de receber propina de empreiteiras por meio de contratos de obras no porto de Suape; FBC já é investigado em um outro inquérito, que apura a suspeita de que tenha recebido R$ 200 mil repassados pela empreiteira por meio de caixa 2 e que teriam sido utilizados na campanha eleitoral de 2010. BR 247

Alckmin vai torrar R$ 33 milhões para ser curtido nas redes sociais

Rovena Rosa/Agência Brasil: <p>São Paulo - O governador Geraldo Alckmin fala sobre perspectivas e investimentos para 2016 na Associação Comercial de São Paulo (ACSP). (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)</p>
Para tentar acompanhar o sucesso do prefeito João Doria nas redes sociais, Alckmin vai torrar R$ 33 milhões dos contribuintes paulistanos em uma estratégia de marketing digital; no melhor estilo reality show, o edital, que está em curso, prevê a captação diária, interna e externa, de imagens em vídeo das ações do Estado e a transmissão online de eventos comandados pelo governador. BR 247

Aécio repassa concessão de rádio à irmã para escapar de processo

Cristiane Mattos/Reuters | Edilson Rodrigues/Agência Senado: <p>andrea neves </p>
<p>aecio neves</p>
Presidente licenciado do PSDB, o senador Aécio Neves (MG) repassou à irmã, Andreia Neves, sua participação na rádio Arco Íris –44% do capital da emissora; o objetivo foi escapar de um processo, uma vez que a Constituição diz que deputados e senadores não podem firmar e manter contratos diretos com a administração pública ou ser concessionários de serviços públicos; o senador Jader Barbalho (PMDB-PA) seguiu o mesmo caminho: deu lugar à filha Giovana Barbalho na sociedade da Rádio Clube do Pará. BR 247

Em plena crise fiscal, Carf anula cobrança de R$ 775 milhões do Itaú

: <p>25.03.2011 SAO PAULO .EXCLUSIVO EMBARGADO DIRETO DA FONTE ROBERTO SETUBAL NO ALMO�O DE ENTREGA DE PREMIO A ROBERTO SETUBAL NO ROSA ROSARIUM. FOTO:PAULO GIANDALIA/AE</p>
O Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais) anulou uma cobrança de R$ 775,867 milhões feita ao Itaú Unibanco S.A. pela Receita Federal; Na autuação, a Receita Federal cobra IRPJ, CSLL, PIS e Cofins dos anos de 2010 a 2012 sobre valores que o Itaú Unibanco considerou como receita não tributável; para o Fisco, a instituição omitiu esses valores

TEMER SERÁ ALVO DE NOVAS DELAÇÕES

REUTERS/Adriano Machado
Michel Temer e seus aliados não terão muito tempo para comemorar a provável vitória na Câmara em relação à denúncia de corrupção da PGR; Temer e seu braço direito, o ministro Moreira Franco, serão alvo de novas delações que já estão sendo negociadas com a Procuradoria-Geral da República;  empresas que tentam acertar um acordo de colaboração com a Justiça estão oferecendo aos investigadores revelar ainda mais corrupção com dedo da dupla. BR 247

Mais uma prova de que nunca houve uma conta do ex-presidente Lula

Mais uma prova de que nunca houve uma conta do ex-presidente Lula e da presidente deposta Dilma Rousseff na Suíça; ao contrário do que se divulgou logo após as delações da JBS, o dinheiro da tal "conta de Lula", que na verdade estava em nome de uma offshore controlada por Joesley Batista, foi gasto pelo empresário na compra de um apartamento em Nova York, de dois barcos e até mesmo na cerimônia de seu casamento, em 2012; o dono da JBS repatriou o patrimônio em 2016 e pagou mais de R$ 20 milhões de Imposto de Renda

PF PRENDE BENDINE, EX-PRESIDENTE DO BB E DA PETROBRAS


Em mais uma fase da Lava Jato, a Polícia Federal prendeu, na manhã desta quinta-feira, Aldemir Bendine, ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras; segundo a PF, Bendine e pessoas a ele relacionadas teriam solicitado vantagem indevida em razão dos cargos exercidos para que o Grupo Odebrecht não viesse a ser prejudicado em futuras contratações da Petrobras; em troca, o grupo teria efetuado o pagamento em espécie de ao menos R$ 3 milhões. BR 247

Angela Davis: ‘Mulheres negras são a esperança da liberdade’

POR BR 247

:
A filósofa e ativista norte-americana Angela Davis, símbolo da luta pelos direitos civis da população negra, esteve nesta terça-feira em Salvador, na UFBA, para falar da luta das mulheres negras, em um momento "difícil" no qual o mundo assiste a uma guinada à direita, com a ascensão de Donald Trump nos Estados Unidos e o "golpe antidemocrático" ocorrido no Brasil; a um auditório lotado, a professora do Departamento de Estudos Feministas da Universidade da Califórnia afirmou que, após a derrubada de Dilma Rousseff, o movimento das mulheres negras criou "a melhor esperança para o futuro do Brasil"

Ex-presidente da Caixa diz que foi pressionado por Cunha para liberar financiamentos

Antonio Cruz/Agência Brasil: Brasília - O vice-presidente Michel Temer e o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, durante solenidade de entrega da Medalha do Mérito Legislativo 2015 (Antonio Cruz/Agência Brasil) 
247 - Em depoimento à Justiça Federal nesta quarta-feira (26), o ex-presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda, disse ter sido pressionado pelo ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) por não acelerar investimentos do banco em determinadas empresas. Hereda afirmou que o então deputado avisou que o convocaria a depor na CPI da Petrobrás se projetos de seu interesse não recebessem financiamento antes dos projetos da petrolífera.

"O senhor Eduardo Cunha reclamava do andamento dos projetos. Mas que a gente andava muito rápido com a Petrobrás. E disse que, se a gente aprovasse os da Petrobrás antes dos outros, ele iria me convocar para a CPI da Petrobrás. Eu disse que não era presidente da Petrobrás, era presidente da Caixa", declarou.
Hereda depôs em ação penal que apura suposto esquema de cobrança de propina de empresas, em troca da liberação de financiamentos da CEF. Cunha e o também ex-presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), ambos atualmente presos, estão entre os réus. Hereda não citou quais as empresas por quem Cunha intercedia. BR 247

FHC e Serra são golpistas, diz ex-primeiro ministro de Portugal

POR BR 247

Em entrevista a correspondentes de vários países nesta quarta-feira, 26, em Lisboa, José Sócrates, ex primeiro-ministro de Portugal, lembrou a falta de legitimidade de Michel Temer e de seu governo; socialista chamou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o senador José Serra de "golpistas" e acusou o Judiciário brasileiro de ser cúmplice do golpe; "Falar 'eu não cheguei aqui pela porta dos fundos, foi o povo que me escolheu' é algo que todo político deve poder fazer a qualquer momento. Hoje isso é uma coisa que o senhor presidente do Brasil não pode dizer", disse Sócrates; "O problema do Brasil é mesmo esse: a ilegitimidade. O que aconteceu no Brasil foi uma coisa extraordinária. A direita política brasileira quis convencer o mundo de que podia mudar as regras no meio do jogo: de um regime presidencialista para um regime parlamentar", acrescentou o ex-primeiro-ministro português

FUP e CUT defendem política de Lula para o pré-sal

Por BR 247

:
"O governo Lula reorganizou a política produtiva de petróleo e gás, bem como os instrumentos de incentivo à indústria nacional, visando adequar as necessidades da Petrobrás ao desenvolvimento da indústria nacional", dizem os sindicalistas  da Federação Única dos Petroleiros (FUP)  e Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM/CUT); em nota divulgada nesta quarta-feira (26), as duas entidades defendem as políticas do governo Lula para o pré-sal

Surgem os documentos contra Aécio que “sumiram” na CPI dos Correios

OMAR FREIRE/ PSDB
BR 247 - Depois de 12 anos, em março de 2017, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) deu andamento ao inquérito civil nº 0024.05.000060-3. Instaurado em 26 de junho de 2005, a partir de inquérito do Ministério Público Federal (MPF), ele investiga os contratos entre as empresas de Valério (agências de publicidade SMP&B  e DNA) e o governo de Minas de 1996 a 2006.
Os documentos investigados são os solicitados, em abril de 2006, ao governador de Minas Gerais, Aécio Neves, pelo então procurador geral da República, Antônio Fernandes de Souza, por intermédio do ministro Joaquim Barbosa,  do Supremo Tribunal Federal (STF). Estranhamente, tanto o PGR Antônio Fernandes de Souza quanto o ministro Joaquim Barbosa negaram a demanda da PF.

Em despacho de 28 de abril de 2006, o ministro Joaquim Barbosa atende a todas demandas do PGR. E também  nega a perícia contábil-financeira no diretório regional do PSDB em Minas.
Alega: “indefiro-a por ter sido considerada inoportuna por titular de futura ação penal que eventualmente possa originar-se deste inquérito”.

De cara, nesses documentos quatro detalhes chamam atenção:
1) A solicitação de Joaquim Barbosa é datada de 2 maio de 2006, como mostra a imagem abaixo.

2)Danilo de Castro, secretário de governo de Aécio, responde à demanda de Joaquim Barbosa/Antônio de Souza, em 5 de outubro de 2006. Portanto, só cinco meses depois!

3) Nos contratos e aditivos celebrados  entre a administração de Minas e as empresas de Marcos Valério dois nomes fazem dobradinha: Danilo de Castro e Frederico Pacheco de Medeiros, respectivamente  secretário e secretário-adjunto do governo Aécio Neves, como mostra o aditivo abaixo, de 21 de setembro de 2004.
Frederico Pacheco de Medeiros é o Fred, primo de Aécio, preso em 18 de maio pela Polícia Federal.
Segundo Joesley Batista, dono da JBS, Fred foi a pessoa designada para receber os R$ 2 milhões solicitados por Aécio Neves.


4) Os aditivos celebrados a partir de janeiro de 2003 em contratos originados no governo Eduardo Azeredo (janeiro de 1995 a dezembro de 1999) comprovam que o esquema do mensalão tucano, que a quem Valério serviu em 1998, continuou operando no governo Aécio Neves.
De 1996 a 2006, o único período em que Valério não operou no governo de Minas foi na gestão Itamar Franco (janeiro de 2000 a janeiro de 2003, cuja auditora geral era a hoje ministra Cármen Lúcia, presidente do STF.


Em tempo. Atente à movimentação do inquérito instaurado pelo MPMG, em junho de 2005. De 2005 a 2012, nenhuma movimentação. Alguém ainda tem dúvida que o senador Aécio Neves sempre contou com a blindagem do Judiciário para perpetrar e continuar fazendo seus malfeitos?

Meirelles ganhou R$ 217 mi em 2016 e mantinha sua fortuna fora do Brasil

 
Embora a economia brasileira apresente hoje um dos piores desempenhos no mundo, sem crescimento, com 13 milhões de desempregados e a incapacidade de cumprir uma meta fiscal que já prevê um rombo de R$ 139 bilhões, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, não tem do que se queixar; no ano passado, pouco antes de assumir o cargo, ele lucrou R$ 217 milhões e recebeu R$ 167 milhões em dividendos de sua empresa de consultoria, segundo reportagem do site Buzzfeed; um dos maiores pagadores foi a JBS, de Joesley Batista, que apontou Michel Temer como "chefe da maior e mais perigosa organização criminosa do Brasil"; embora tente vender confiança, Meirelles mantinha seus recursos fora do País. BR 247

Moreira foi nomeado por Temer para escapar da Lava Jato, aponta MPF


Marcos Corrêa/PR: <p>temer moreira franco</p>

Infomoney - Em parecer protocolado nesta quarta-feira (26), o MPF (Ministério Público Federal), através da Procuradoria da República do Amapá, defendeu o afastamento do ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco (PMDB). De acordo com o texto, a manobra política orquestrada por Michel Temer tinha como objetivo livrar seu partidário das investigações da Lava Jato.
"É claramente ilícito. Há obstrução à justiça, tendo em vista o seu intuito único de alterar o foro competente para a condução das investigações dos fatos referentes à Operação Lava Jato, além do processamento de eventual denúncia criminal", revela o parecer do MPF.
O documento foi anexado à ação popular de Randolfe Rodrigues (Rede-AP) em 3 de fevereiro, quando ajuizou na Justiça Federal do Amapá o pedido de suspensão da posse de Moreira Franco como ministro da Secretaria-Geral da Presidência, pasta que foi criada por Temer naquela sexta-feira. Antes, Moreira Franco ocupava o cargo de secretário-executivo do PPI (Programa de Parcerias de Investimentos).
Em sua argumentação, o senador, que é líder da Rede no Senado, acusou que a nomeação foi "um artifício ilícito e uma ofensa ao princípio da moralidade e obstrução à Justiça, já que Moreira Franco é investigado pela Polícia Federal e pelo Ministério Público". O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência foi citado na delação de Cláudio Melo Filho, ex-diretor de relações institucionais da Odebrecht, na qual afirmou que peemedebistas pediam "pagamentos" em troca de apoio a projetos de interesse da construtora.

Lula pede novo encontro cara a cara com Moro


Reprodução 

Em petição protocolada nesta quarta-feira, 26, a defesa do ex-presidente questiona a decisão do juiz federal Sérgio Moro de alterar para o modo de videoconferência o depoimento de Lula em outra ação penal da Lava Jato; advogado Cristiano Zanin Martins, argumenta que não há nenhuma justificativa concreta para Lula não prestar pessoalmente esclarecimentos ao magistrado; "Nenhuma alegação de 'gastos desnecessários' se mostra juridicamente válida para alterar a regra do interrogatório presencial estabelecida na lei", diz o advogado; defesa anunciou também que irá gravar o depoimento independente do sistema de gravação da Justiça Federal de Curitib.

Temer não investiu o mínimo obrigatório na saúde, diz CNS

:

Pela primeira vez em 27 anos, o Conselho Nacional de Saúde (CNS) reprovou as contas do Ministério da Saúde, chefiado pelo ministro Ricardo Barros, relativas a 2016; segundo os conselheiros, a gestão do presidente Michel Temer não cumpriu a aplicação mínima de 15% das receitas orçamentárias em ações e serviços públicos da saúde, como determina a Constituição; "Essa é a mais clara demonstração do desmonte que estamos vivendo no Sistema Único de Saúde (SUS)", afirmou o presidente do Conselho, Ronald Ferreira dos Santos. BR 247

Temer sai do espeto e cai na brasa

"Apesar dos 94% de rejeição e da mala com R$ 500 mil recebida pelo emissário Rocha Loures, Temer vai escapar da denúncia de corrupção mas pode ser derrubado pelos custos do salvamento", avalia a colunista do 247 Tereza Cruvinel; "Se não cai por corrupção, Temer pode ser derrubado pela inviabilidade econômica de seu governo. Esta estratégia política da parte da elite que deseja se livrar dele foi claramente traduzida editorialmente nesta quarta-feira pelo noticiário das Organizações Globo. Este é o tom em todos os veículos do grupo", diz; "O colapso fiscal é uma realidade, não é retórica dos que desejam trocar Temer por um preposto menos vulnerável, com melhores condições para tocar a agenda de contrarreformas. Mas agora, começou a ser usado como munição. BR 247

Vozes do Globo descobrem o óbvio: o golpe que eles apoiaram quebrou o Brasil

:

Nenhum veículo de comunicação tem tanta responsabilidade pelo golpe de 2016, que arruinou a economia e a imagem do Brasil, como o Globo; no entanto, com mais de um ano de atraso, três dos principais colunistas do jornal dos Marinho agora descobriram a fria em que colocaram o Brasil; Elio Gaspari, que chegou a lançar o "Fica Temer", agora diz que Henrique Meirelles é um engodo; Miriam Leitão, que disseminou a farsa das "pedaladas", vê o Brasil à beira de um apagão fiscal; Merval Pereira, que batalhou dia e noite pelo golpe, acusa Temer de ampliar o rombo fiscal com a compra de deputados; a questão é: quando vão pedir desculpas? POR BR 247

Sem crise. MP oficializa “auxílio-livro” e “auxílio-congresso”: R$ 14 mil por ano. Por Fernando Brito


auxiliolivro

Já existia faz tempo, mas agora está “moralizado”, a partir de recomendação do Conselho Nacional do Ministério Público.
Os promotores de Mato Grosso vão poder receber, sem remorsos, R$ 14 mil por ano para comprar livros  e outras “obras técnicas todo exemplar, físico ou eletrônico, software, licença de uso de software, produto ou serviço destinado ao aprimoramento intelectual do Membro, útil ao exercício da sua função; despesas com inscrições, passagens aéreas e diárias para a participação em cursos, congressos, palestras ou quaisquer outros eventos de capacitação”.
Dá perto de R$ 1.200 mensais, o que não é nada mau nestes congressos. Esta ano foi na Índia, ano passado, na China.  No da China, quase dava para bancar tudo:  4.313,00 dólares para a opção (single), 3.216,00 dólares por pessoa (double e triple). Tudo incluído, menos a passagem Brasil-China, que pode ser bancada com o auxílio-moradia.

Filha de Eduardo Cunha quer se candidatar a deputada federal em 2018


:

Jornal do Brasil - Com o pai preso há quase um ano e condenado a pelo menos 15 de anos de prisão em um dos crimes cometidos na Lava Jato, Danielle Cunha vem se preparando para concorrer ao cargo de deputada federal nas eleições de 2018, de acordo com informações da coluna Radar, da revista Veja, nesta quarta-feira (26).
Segundo a coluna, a ideia de Danielle de chegar à Câmara Federal é bem vista pelo ex-presidente da Casa Legislativa e só poderia naufragar se Cunha mudasse de opinião em relação ao futuro político da filha, que, segundo interlocutores, sempre gostou de política.
Enteada da jornalista Cláudia Cruz, mulher do ex-deputado, Danielle Cunha tem 29 anos, é formada em publicidade e já coordenou campanhas políticas, incluindo a de seu pai.

Meireles ganhou, em um ano “25 Lulas” em consultorias. E lá fora, em “trustee” Por Fernando Brito

meirellesbahamas
Os jornalões ainda não deram, mas não vão poder esconder.
A reportagem Filipe Coutinho,do Buzzfeed,  que mostra, com documentos, que Henrique Meirelles recebeu, apenas no ano passado, R$ 217 milhões por serviços de consultoria em contas no exterior, na maior parte.
A matéria é sensacional e merece ser lida na íntegra.
Posto um pequeno resumo, que já dá para entender metade da ópera.
Homem mais poderoso da economia do país, o ministro da Fazenda Henrique Meirelles recebeu, três meses antes de assumir a pasta, R$ 167 milhões em contas que ele mantinha no exterior e que foram usadas para receber pagamentos de grandes empresas, incluindo a J&F, do delator Joesley Batista.
O ministro recebeu, ainda, outros R$ 50 milhões quatro meses depois de ocupar a Fazenda.
As duas transações foram feitas para Meirelles a partir das contas da empresa de consultoria dele, cujo nome atual é HM&A. Nos dois casos, o objeto da empresa, até aquele momento, era assessorar grandes empresários, dar palestras e fazer investimentos.
Portanto, Meirelles recebeu, em um ano, para vender seus próprios serviços como palestrante e orientador de investimentos, 25 vezes o que Lula recebeu ao longo de seis anos, e depositado direitinho aqui no Banco do Brasil, enquanto Meirelles tem o seu com um trustee – igual ao de Eduardo Cunha – lá fora.
E parte dos valores foi recebida quando no exercício do cargo!
Os grandes jornais, até agora, não publicaram uma linha.
Vão acabar tendo de publicar.
Mas eu disse que a matéria do Buzzfeed conta metade da ópera.
Porque a outra metade está revelada na matéria e este Tijolaço foi investigar.
E foi acabar chegando ao quarto andar do Bahamas Financial Centre.
Mas isso é assunto parao próximo post.

Molon: “Emendas não podem servir para um presidente escapar da Justiça”

Geraldo Magela/Ag. Senado: Sessão solene em comemoração aos 190 anos do Parlamento brasileiro.

Em discurso na tribuna do plenário do Senado, Deputado Alessandro Molon (PT-RJ)
Em entrevista à revista Carta Capital, o deputado Alessandro Molon (Rede-RJ) falou sobre a denúncia de corrupção passiva contra Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara e como Temer usou verba de emendas parlamentares e para estados e municípios como uma maneira de se salvar; "Estamos vendo o poder executivo usar o dinheiro público para comprar apoio no Congresso e tentar impedir o avanço de um processo criminal... Um movimento explícito de distribuição de cargos e de dinheiro público em troca de votos para enterrar a denúncia... Não tenho dúvida de que o que ocorreu foi ilícito", disse Molon

Globo descobre que Lula é a ponte para o futuro

:
Ao noticiar que Michel Temer fez com que os investimentos federais recuassem 15 anos no tempo, o jornal O Globo prestou um serviço ao País, ao demonstrar que, na prática, a única "ponte para o futuro" no Brasil se chama Luiz Inácio Lula da Silva; quando assumiu, em 2003, os investimentos representavam apenas 0,3% do PIB e subiram para mais de 1% do PIB, sendo mantidos nesse nível pela presidente Dilma Rousseff até o fim do seu primeiro mandato; no entanto, com Temer e com a quebra das construtoras brasileiras, não há nem ponte, nem futuro, como apontou o jornalista Fernando Brito.

Empresário diz que rentismo do governo Temer é indecente

:
"Não estamos felizes com o atual governo,  especialmente com sua política econômica. Da forma como vem sendo conduzida, ela não é incentivadora do crescimento, da geração de mais empregos e mais riquezas.  Pelo contrario.  A nosso ver ela tem um viés fortemente rentista.  Tem o Meirelles, que foi banqueiro, com sua equipe formada basicameante por banqueiros.  E o que acontece?  Hoje, não temos o ambiente que seria necessário para a impulsionar a economia e seu crescimento. Precisaríamos de ter juros bem mais baixos, câmbio adequado, carga tributaria mais compatível com o resto do planeta, Estado enxuto... De modo que estamos bastante frustrados, em todos os sentidos", diz o empresário César Prata, vice-presidente da Abimaq

Aécio deve deixar presidência do PSDB em agosto

Edilson Rodrigues/Agência Senado: <p>aecio</p>
O senador Aécio Neves deve deixar a presidência do PSDB em agosto, de acordo com entendimento do próprio parlamentar, que está licenciado do comando tucano, e o senador Tasso Jereissati, presidente em exercício do PSDB; os dois vão se reunir até o final de próxima semana para decidir como será transição, se por renúncia do senador mineiro ou por convocação da convenção do partido, que pode ser marcado para o fim do mês; um grupo defende renúncia coletiva de todos os integrantes da Executiva do partido, para evitar constrangimento maior para Aécio. BR 247

Procuradores têm aumento 450% acima da inflação

:
Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSMPF) aprovou nesta terça-feira, 25, um reajuste de 16,7% nos salários dos procuradores da República; o aumento é 5,5 vezes maior que a inflação registrada no Brasil entre junho do ano passado e junho deste ano, que foi de 3%; o impacto nas despesas de pessoal do MPF será de R$ 116 milhões; apenas três dos 11 conselheiros foram contra; o atual procurador-geral da República, Rodrigo Janot, votou a favor do aumento; no total, foi aprovado um orçamento de R$ 3,8 bilhões para todo o Ministério Público Federal; proposta será encaminhada ao Ministério do Planejamento e seguida ao Congresso Nacional, que precisa aprová-la

Temer quer até 6 anos de licença sem salário para servidor federal

Antonio Cruz/ Agência Brasil: <p>Brasília - O presidente Michel Temer, chega para sancionar a ratificação do Brasil ao Acordo de Paris, documento assinado pelos 195 países da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (Antonio Cruz/Agência Brasil)</p>
Diante do colapso das contas públicas e do fracasso de sua política econômica, Michel Temer segue desesperado para reduzir as contas do governo; agora, além do plano de demissão voluntária, o peemedebista quer que o servidores públicos federais fiquem de licença —sem receber salário— por até seis anos; Temer anunciou a criação de um programa de incentivo a essas licenças, que suspende temporariamente o vínculo dos servidores com a administração pública; proposta é que o servidor fique afastado por três anos consecutivos, prorrogáveis por outros três, e receba como incentivo o equivalente a três meses da remuneração. BR 247

ALIANÇA PROGRESSISTA CONDENA CAÇADA A LULA

Ricardo Stuckert
Entidade que reúne partidos de esquerda em pelo menos 91 países manifestou repúdio à sentença do juiz Sérgio Moro, que condenou o ex-presidente Lula a nove anos de prisão; "Suas posições parciais e os permanentes ataques e tentativas de deslegitimar Lula nos meios de comunicação brasileiros criaram um clima de condenação de antemão", diz a Aliança Progressista; "Lula fez o Brasil avançar durante sua presidência, reanimando o projeto de progresso socialista, lutando firme contra a fome, a pobreza e a discriminação no Brasil – reduzindo a grande desigualdade social. A nível internacional, Lula deu ao Brasil uma voz importante a favor do multilateralismo, da paz e da justiça", acrescentou a Aliança Progressista, que reúne partidos como ​o Partido Social Democrata Alemão (SPD), Partido Democrata Italiano, Partido Socialista da França, além dos Democratas dos EUA

TRINCA DO GOLPE É A MAIS REJEITADA DO BRASIL


A pesquisa Ipsos divulgada nesta terça-feira revelou que os três personagens principais da conspiração que derrubou a presidente Dilma Rousseff são também os três políticos mais rejeitados do Brasil; quem lidera a lista é Michel Temer, formalmente denunciado por corrupção e rejeitado por 94% da população; o segundo é o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que acolheu o pedido de impeachment sem crime de responsabilidade e está condenado a 15 anos e quatro meses de prisão, com 93%; em terceiro lugar, aparece o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que liderou o golpe e é rejeitado por 90%; como disse Dilma, a história está sendo "implacável com os golpistas"

Meirelles sai, mas só depois que Michel ficar. Por Fernando Brito

imexvel
Desculpem os leitores por estar tratando, quase que exclusivamente, de economia, ou do desastre da economia.
Mas é, depois do processo do triplex, o tema mais manipulado do noticiário brasileiro e, mesmo quando as coisas são ditas de maneira escandalosa – “contas são as piores em 21 anos”, por exemplo – elas não são ditas com a devida clareza.
E ditas com a devida clareza, a meta fiscal, o deus do altar neoliberal que nunca deixou de ser cultuado neste país – foi arrombada.
O máximo que se pode dizer é que o Brasil está naquela situação em que, faltando seis rodadas para o fim do campeonato, precisa vencer todas as partidas, acumular 25  gols-bilhão de saldo e ainda torcer por uma combinação que o livre do rebaixamento.
Miriam Leitão, como certos comentaristas esportivos, aliás, diz que  o “cumprimento da meta fiscal para o ano vai ficando mais complicado”.
É como aquela história do “sua mãe subiu no telhado”, a notícia dada aos poucos.
E completa, que o resultado veio “acima” dos R$ 15 bi que o mercado – que sabe tudo – estimava. Acima? Veio R$ 4 bilhões acima, num único mês, ou 40% de tudo o que se pretende arrecadar em seis meses com o brutal aumento de imposto nos combustíveis!
Para acontecer um milagre, seria preciso, além de reza forte e mudança na política econômica – que surtiria efeito no  médio prazo – que houvesse  um time coeso, um técnico com ideias novas e um presidente de clube que pudesse pedir confiança e paciência à torcida.
Nem é preciso dizer que não temos nada disso.
Tudo é movido a pequenas espertezas, como essa de que a Caixa “achou” R$ 1 bilhão em precatórios e, por isso, vai ser possível liberar verbas que seriam cortadas. Como assim, “achou” R$ 1 bilhão? Estava debaixo do forro do armário?
Estão cozinhando o galo da crise e só não ver quem não quer. E o mercado não quer ver, porque até agora está trocando dinheiro e sabendo que nada muda até o mata-mata que Michel Temer tem de jogar na Câmara dos Deputados.
Aí, sim, ele vai pensar em trocar o “técnico”.
Aliás, o “imexível” Meirelles já está  sendo ajeitado na marca do pênalti. A não ser que peça as contas antes, o que não é impossível.

Candidatura Lula terá que ser salva nas ruas, diz Fornazieri

Candidatura Lula terá que ser salva nas ruas, diz Fornazieri

Ricardo Stuckert/ Instituto Lula: <p>Barbalha- CE- Brasil- Ex-presidente Lula é recebido por militantes na cidade de Barbalha. Lula participa de comícios nas cidades de Fortaleza, Barbalha e Iguatu. Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula</p>
"Se Lula e o PT quiserem viabilizá-la, terão que salvá-la nas ruas e em movimentos da sociedade civil. Terão que levantar o povo para salvá-la. Isto porque o Brasil vive um daqueles momentos em que os agentes públicos com poder de decisão se insularam, pairam acima da sociedade, das leis e da Constituição. Decidem a partir de seus interesses e de suas vontades; de suas raivas e de seus ódios, de suas vaidades e de suas arrogâncias, dos seus orgulhos e de suas presunções", diz o professor Aldo Fornazieri

Lava Jato soube manipular o ódio de classes, diz Jean Wyllys

Lava Jato soube manipular o ódio de classes, diz Jean Wyllys

:
"A questão ali era ÓDIO DE CLASSE e às minorias! O que moveu os paneleiros e a coxinhada foi o ódio aos pobres e às minorias e às políticas sociais voltadas para estes. Os criminosos golpistas, a mídia hegemônica e os procuradores da Lava a Jato, bem como o juiz de ternos pretos cafonas (e podem chiar o quanto quiserem, os ternos dele são cafonas, ponto!) souberam muito bem manipular esse ódio porque esse ódio é parte deles", diz o deputado federal Jean Wyllys (PT-PR), ao comentar a frase do procurador Carlos Fernando Lima, que disse que os manifestantes só queriam derrubar Dilma – e não o fim da corrupção

Janot fará superdenúncia contra Temer antes de deixar a PGR

Ao invés de oferecer duas novas denúncias contra Michel Temer, como havia cogitado anteriormente, Rodrigo Janot está se encaminhando para juntar os dois casos e apresentar uma megadenúncia contra o peemedebista; investigadores trabalham durante o recesso do Judiciário com a meta de finalizar a nova acusação formal antes do fim de setembro, quando Janot deixa o cargo de procurador-geral da República; Janot quer reforçar a narrativa da acusação contra Temer, explorando duas vertentes: uma na qual aponta o envolvimento de Temer com o grupo político do PMDB da Câmara, suspeito de praticar desvios na Petrobrás e na Caixa Econômica Federal; e outra com a ligação de Temer com a tentativa do empresário Joesley Batista de barrar os acordos de delação premiada do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e do corretor Lúcio Funaro; procuradores apontam conexão entre os crimes de organização criminosa e obstrução da Justiça. BR 247

Saúde: Lula passa por avaliação periódica e todos os exames estão normais

 

Boletim médico do hospital Sírio Libanês:

Publicado em 22/07/2017 15:45
​O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve neste sábado (22/07), no Hospital Sírio-Libanês, para reavaliação periódica de saúde.
Tendo sido realizados consulta clínica e exames de sangue, PET-CT, ressonância nuclear magnética de pescoço e vias aéreas e laringoscopia.
Todos os exames se encontram normais.
As equipes médicas que o acompanharam foram coordenadas pelos Profs. Drs. Roberto Kalil Filho, Artur Katz e Luiz Paulo Kowalski.
Dr. Antonio Antonietto                                                  Prof. Dr. Miguel Srougi
Diretor de Governança Clínica                                        Diretor Clínico

Temer comprou imóveis de Yunes que valem R$ 18,4 milhões


 



 A família do presidente Michel Temer é dona de imóveis comprados do empresário José Yunes, investigado por suspeita de corrupção na Lava-Jato, segundo reportagem publicada neste fim de semana pela revista “Veja”. Dois escritórios, uma casa e o andar de um prédio em áreas nobres de São Paulo valem atualmente R$ 18,4 milhões e foram comprados entre os anos 2000 e 2010, quando Temer era deputado federal.

De acordo com a publicação, o imóvel mais valioso é um andar do prédio Spazio Faria Lima, no bairro Itaim Bibi, zona nobre de São Paulo, comprado por Temer três anos antes do seu lançamento, em 2003. Segundo registro, o político do PMDB teria pagado R$ 2,2 milhões à Yuny Incorporadora, empresa fundada por Yunes, responsável pela construção do edifício e atualmente controlada pelos seus filhos. Nos dias atuais, o andar valeria R$ 14 milhões, segundo corretores imobiliários consultados pela revista, não identificados na reportagem. O imóvel está registrado em nome de uma empresa administrada por uma filha do presidente.
Yunes é um dos citados da delação da Odebrecht como beneficiário de pagamentos em dinheiro destinados a políticos do PMDB. O caso ainda está sob investigação da Procuradoria-Geral da República (PGR) e levou o empresário a pedir, no fim do ano passado, demissão do cargo de assessor especial da Presidência. Ele nega ter recebido valores da Odebrecht, mas apenas um pacote entregue pelo doleiro Lúcio Funaro, operador do PMDB investigado na Lava-Jato e que está preso há um ano em Brasília.